Kindermann-SC vence o São Paulo no jogo de ida da semifinal do Brasileiro Feminino A-1

Kindermann-SC vence o São Paulo no jogo de ida da semifinal do Brasileiro Feminino A-1

Com grande atuação, equipe catarinense conquista triunfo importante por 3 a 1 e abre frente na disputa de vaga na final.

Começaram as semifinais do Brasileirão Feminino A-1! Pela partida de ida da decisão por uma vaga na final, São Paulo e Kindermann-SC se enfrentaram neste domingo (8) na Arena Barueri, em Barueri (SP). Mesmo fora de casa, a equipe catarinense não se intimidou e conseguiu vencer por 3 a 1, com dois gols de Julia e um de Duda. Nos acréscimos do segundo tempo, Kamilla diminuiu para o time paulista. Agora, as duas equipes esperam até o próximo sábado (14) para a disputa do jogo de volta, na Ressacada, em Florianópolis (SC). Veja como foi o confronto:

+ Veja o chaveamento das semifinais do Brasileirão Feminino!

O jogo

A partida começou lá e cá na Arena Barueri. O Kindermann teve a primeira boa chegada, em chute de fora da área salvo por Carla, aos cinco minutos. O São Paulo foi ao ataque logo depois, em cabeceio de Jaque que passou rente à trave. O time catarinense, porém, foi feliz e abriu o placar aos 17 minutos, em remate rasteiro de Duda que desviou, enganou a marcação e morreu no cantinho. A equipe visitante seguiu no campo ofensivo do Tricolor e conseguiu ampliar o marcador aos 31, em finalização com qualidade de Júlia, que recebeu passe em profunidade, dominou com a esquerda e chutou no canto com a direita. Sem conseguir pressionar, o clube paulista pouco pôde fazer para mudar o panorama do duelo até o intervalo.

No início do segundo tempo, o São Paulo voltou ávido para tirar o prejuízo e teve uma penalidade a seu favor marcada aos quatro minutos, por falta em cima de Caroline. Porém, após revisão da arbitragem de vídeo, a infração foi retirada. Com muita tranquilidade, o Kindermann trabalhou a bola e chegou ao terceiro gol aos 18 da etapa final. Foi uma bonita jogada da equipe catarinense, que tabelou dentro da área e deixou Júlia livre na marca do pênalti; ela só teve o trabalho de tocar para a rede e correr para o abraço.

A pressão forte da equipe visitante impediu que o Tricolor criasse boas oportunidades de gol durante boa parte da etapa final, mas o time da casa não desistiu e diminuiu nos acréscimos, aos 47: Glaucia achou passe no meio das zagueiras e Kamilla apareceu para se esticar toda e fazer o 3 a 1, fechando o placar.

Foto: Igor Amorim/São Paulo Futebol Clube
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email