Amazônia em MT será monitorada com apoio do Censipam

Amazônia em MT será monitorada com apoio do Censipam

Tecnologia de Radar de Abertura Sintética permite monitorar a floresta também quando há incidência de nuvens.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e o Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), órgão vinculado ao Ministério da Defesa, firmara Acordo de Cooperação Técnica para a implementação de sistema de gestão territorial e ambiental. O termo prevê o monitoramento de eventos hidrometeorológicos e de garimpo ilegal e pistas de pouso clandestinas no Estado do Mato Grosso.

Com a cooperação, a Floresta Amazônica em Mato Grosso passa a ser monitorada também por tecnologia de Radar de Abertura Sintética (SAR), que é capaz de fornecer imagens de alta resolução mesmo em áreas com cobertura de nuvens ou sem incidência de luz. “O principal diferencial é na recepção das imagens. Nós estamos instalados as antenas para recebermos a informação diretamente e fornece-las para os órgãos públicos parceiros”, explica o gerente do Centro Regional de Porto Velho (CR-PV), Roseval Leite.

De acordo com Leite, o projeto realizado no âmbito do Conselho da Amazônia prevê estender a tecnologia para os municípios de interesse, para que as prefeituras também possam fazer o trabalho de comando e controle reduzindo as taxas de desmatamento ilegal e focos de calor.

“Ao longo dos últimos anos, a Sema vem investindo em novas tecnologias para combater os crimes ambientais. Nessa parceria com o Censipam poderemos seguir o trabalho de monitoramento das florestas mesmo em períodos com alta incidências de nuvens, o que não é possível com imagens óticas”, comemora o secretário adjunto executivo, Alex Marega. As imagens do Censipam se somarão às imagens Planet, já utilizadas pelo Estado para coibir crimes contra a flora.

Para o secretário, as informações que o Censipam possui para eventos hidrometereológicos, como monitoramento de chuvas e níveis de rios, subsidiará a Sema em diagnósticos e previsões para formulação das políticas públicas ambientais.

Pelo acordo, as instituições irão promover intercâmbio de informações, infraestrutura e recursos humanos para o apoio de estudos, pesquisas, programas de capacitação e quaisquer outras atividades julgadas de interesse e conveniência pelos partícipes, voltadas para o monitoramento territorial.

A primeira reunião de trabalho foi realizada na quarta-feira (04) e os representantes do Censipam estiveram em Cuiabá para conhecer os setores da Sema que atuam diretamente nas ações de monitoramento do Estado. O acordo tem duração inicial de cinco anos.

Fonte: Governo do Mato Grosso

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email