Paraná: Vestibular dos Povos Indígenas já está com inscrições abertas

Paraná: Vestibular dos Povos Indígenas já está com inscrições abertas
Começa neste domingo (21) o XVIII Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná. Com participação recorde, a edição deste ano tem 852 candidatos inscritos. Em 2017 foram 754. No total, serão 52 vagas disputadas, sendo seis vagas para cada universidade estadual e dez disponíveis na Universidade Federal do Paraná. - Curitiba, 18/10/2018. -- Foto: Divulgação SETI

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 7 de dezembro. As provas serão nos dias 11 e 12 de abril, para as vagas nos cursos de graduação das sete Universidades Estaduais e na Universidade Federal do Paraná.

Estão abertas as inscrições para o 20º Vestibular dos Povos Indígenas do Paraná, para ingresso no ano letivo de 2021. As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 7 de dezembro, no portal da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), instituição organizadora do concurso esse ano.

As provas serão nos dias 11 e 12 de abril, para as vagas nos cursos de graduação das sete Universidades Estaduais do Paraná e na Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Podem participar do vestibular estudantes indígenas que tenham concluído o Ensino Médio e que não possuam curso superior. No caso de escolha de um curso ofertado pelas universidades estaduais, o candidato deverá comprovar que pertence a uma comunidade indígena do território paranaense.

O processo de inscrição será totalmente eletrônico. O candidato deverá preencher inicialmente o formulário disponível AQUI e anexar a Autodeclaração/Carta de Recomendação assinada pelo candidato e pelo cacique da comunidade. Na sequência o candidato deverá preencher o questionário socioeducacional e indicar a universidade em que pretende concorrer em primeira opção.

“O Vestibular Indígena é uma política de transformação social na vida dos estudantes, possibilitando o ingresso em cursos de graduação e pós-graduação que são referência no Brasil”, disse o superintendente estadual de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona.

PROVAS – As provas serão em Londrina, Ponta Grossa, Cascavel, Guarapuava e Curitiba. Candidatos que não residem nas terras indígenas ou nos municípios relacionados farão as provas em locais indicados pela Comissão Organizadora do concurso, respeitando a proximidade de sua residência. Já os candidatos que não residem no Paraná farão as provas em Curitiba.

O conteúdo prevê a grade curricular do Ensino Médio, sendo que os candidatos poderão optar por Língua Estrangeira Moderna (Inglês ou Espanhol) ou Língua Indígena (Guarani ou Caingangue).

LEI – No Paraná o Vestibular Indígena é garantido pela Lei Estadual nº 13.134/2001, modificada pela Lei Estadual 14.995 de 2006, que reserva vagas suplementares para indígenas no Sistema de Ensino Superior Público Paranaense. O concurso é realizado anualmente pelas universidades, que se revezam na organização e na aplicação do concurso.

Outras informações sobre o 20º Vestibular dos Povos Indígenas do Paraná podem ser obtidas junto à Comissão Universidade para os Índios (CUIA) da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP) pelo número (43) 3511-3200 ou e-mail cuia@uenp.edu.br.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email