Ricciardo, que vai para a McLaren, diz que deve “intensidade e lealdade” à Renault

Ricciardo, que vai para a McLaren, diz que deve “intensidade e lealdade” à Renault

Daniel Ricciardo, da Renault, ingressará na McLaren em 2021, mas ele disse na Turquia que sua mente está firmemente focada na luta pelo P3 no campeonato de construtores – que a Renault lidera por um ponto sobre Racing Point e sua futura nova equipe.

É uma pergunta que Ricciardo fez muitas vezes nas últimas corridas, enquanto o australiano se preparava para deixar a Renault pela McLaren no final da temporada: é estranho lutar contra seus futuros empregadores pelo cobiçado terceiro lugar na classificação?

“Nem um pouco, nem um pouco”, respondeu ele. “Pensei nisso porque já me perguntaram isso antes e realmente fiz – e devo isso à equipe e a mim mesmo – uma promessa a eles de que farei tudo o que puder até a bandeira quadriculada em Abu Dhabi e sem diversão e jogos”.

“E eu acho que, honestamente, com a McLaren assistindo e qualquer um que realmente se importe, um verdadeiro piloto lá na McLaren, vai apreciar e respeitar isso. Vou mostrar, digamos, a intensidade e lealdade certas e tudo o que puder à Renault até o fim e na minha cabeça, isso tem que ser respeitado e compreendido”, disse.

Campeonato Mundial de Fórmula Um
Ricciardo disse que seus empregadores em 2021 ficarão gratos por ele dar tudo pela Renault nas corridas finais desta temporada

A mudança de Ricciardo para a McLaren veio depois que a Ferrari contratou Carlos Sainz para 2021, levando Ricciardo a se juntar a Lando Norris no que será um McLaren com motor Mercedes. Fernando Alonso retornará à F1 para substituir Ricciardo na Renault – preparando uma batalha de meio-campo potencialmente cativante na próxima temporada.

“No ano que vem, quando a página virar, está tudo na McLaren, mas até lá vou continuar com a Renault”, acrescentou o australiano.

Tendo conquistado o P3 em Imola – seu segundo pódio da temporada – Ricciardo está 10 pontos à frente de Charles Leclerc da Ferrari no campeonato de pilotos. Esta será a segunda aparição do ex-Red Bull em Istanbul Park – mas sua primeira experiência no local do GP da Turquia foi um tanto úmida…

“Foi há nove anos e era um treino livre no molhado, então talvez se chover possa trazer de volta algumas memórias, mas no seco, acho que nessas condições ainda é um circuito novo para mim”, disse ele.

“Então estou animado; Estou animado para realmente guiar aqui corretamente, ter um fim de semana inteiro, é uma pista pela qual eu sempre fui fascinado e admirado, então poder ter a chance de fazer isso agora, [estou] muito animado por isso”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email