Governo do Rio lança Comitê Executivo de Comércio Exterior

Governo do Rio lança Comitê Executivo de Comércio Exterior

Nesta sexta-feira (13/11), durante o 39º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex), foi lançado o Comitê Executivo de Comércio Exterior do Estado do Rio de Janeiro. O grupo é formado por 21 instituições, entre elas o Ministério da Economia, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ), a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Federação das Câmaras de Comércio Exterior (FCCE) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ).

O comitê – coordenado pela Superintendência de Relações Internacionais da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico – tem como objetivo oferecer soluções e inteligência de mercado para aumentar a competitividade das empresas fluminenses, contribuindo para a sua internacionalização.

– A iniciativa faz parte dos esforços do Governo do Rio de Janeiro para retomar e impulsionar a atividade econômica, preparando o Estado para um novo ciclo de crescimento. Estamos trabalhando em várias frentes para a recuperação fiscal e temos que estar preparados para crescer, impulsionando nossas vocações e abrindo possibilidades para recebermos investimento e gerar renda e trabalho – explicou o governador em exercício Cláudio Castro.

Planejamento estratégico

Desde janeiro, o grupo vem se reunindo, com apoio de um consultor contratado pelo Sebrae-RJ, para a construção de um planejamento estratégico do comércio exterior fluminense. 

– Precisamos gerar políticas públicas para impulsionar a economia fluminense, que é fortemente dependente do setor de petróleo. A ideia é estimular novos setores, principalmente aqueles com maior valor agregado. Diversificar a pauta das exportações fluminenses é fundamental. Pretendemos trazer de volta empresas que saíram do Rio, além de atrair novas companhias – afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Lopes, complementando que a iniciativa é única no país e a primeira para promoção do comércio com o Rio.

O planejamento indicou quatro eixos estratégicos que serão trabalhados nos próximos anos: Inteligência Empresarial, com foco na preparação e estruturação de empresas; Facilitação de Negócios, com a meta de melhorar o ambiente de negócios; Logística, para a criação de melhores condições para o fluxo de cargas no território fluminense; e Mercado, com foco na exploração de oportunidades nos mercados internacionais.

Balança Comercial

Pela primeira vez no ano, a balança comercial do Rio de Janeiro apresentou saldo positivo no último trimestre. As exportações entre julho e setembro movimentaram US$ 5,5 bilhões, enquanto as importações somaram cerca de US$ 3,1 bilhões. 

Com o resultado, o estado do Rio de Janeiro apresentou superávit de US$ 2,4 bilhões no terceiro trimestre, contra um déficit de US$ 652 milhões no segundo trimestre e de US$ 1 bilhão no primeiro trimestre. O superávit representa um aumento de 294%, quando comparado ao saldo da balança comercial do mesmo período do ano anterior, que foi de US$ 1,2 bilhão.

Fonte: Governo do Rio de Janeiro

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email