Pirelli confirma a causa do abandono de Verstappen em Ímola

Pirelli confirma a causa do abandono de Verstappen em Ímola

Max Verstappen parecia pronto para conquistar um impressionante segundo lugar no Grande Prêmio da Emília-Romanha quando na volta 51 seu pneu traseiro direito pareceu esvaziar de repente, fazendo o piloto da Red Bull sair da corrida. A Pirelli imediatamente iniciou uma investigação sobre o problema e agora concluiu que cortes na banda de rodagem e na lateral do pneu duro de Verstappen foram a causa.

O holandês fez uma corrida brilhante em Ímola, ultrapassando a Mercedes de Valtteri Bottas a 20 voltas do fim, a caminho do que parecia ser seu sexto segundo lugar da temporada, quando seu problema com os pneus o fez girar para a gravilha na chicane Villeneuve. E falando no Grande Prêmio da Turquia deste fim de semana, o Diretor de F1 e Car Racing da Pirelli, Mario Isola, confirmou os resultados da investigação de sua empresa sobre o DNF de Verstappen.

“Fizemos uma investigação sobre o pneu e a parte do pneu que pudemos coletar… como uma prioridade”, disse Isola. “Encontramos alguns cortes na banda de rodagem e na lateral, tanto interna quanto externamente”.

“Acreditamos que o motivo da falha tenha sido um dano no centro da banda de rodagem que causou o dano tanto nas correias quanto nas lonas da carcaça, então as correias começaram a se soltar após esse dano e em um determinado ponto em que a carcaça não conseguiu para manter a carga, tivemos a deflação que todo mundo viu na televisão”.

“Compartilhamos também a análise com a FIA e a equipe e essa é a evidência que temos. Obviamente, é difícil analisar um pneu que está em pedaços, mas mandamos imediatamente o pneu de Imola para nossos laboratórios em Milão”.

O abandono de Verstappen permitiu a Mercedes reivindicar uma dobradinha confortável, com Lewis Hamilton liderando Bottas.

Mas a Mercedes teve seus próprios problemas com os pneus antes do problema de Verstappen, com seus pilotos relatando vibrações em sua borracha – que, em um golpe de sorte para eles, eles foram capazes de mudar com o Safety Car trazido para o abandono de Verstappen. E Isola confirmou que a Pirelli também havia realizado uma segunda investigação sobre os problemas da Mercedes em Imola.

“Posso confirmar que estamos analisando o pneu com [a Mercedes], então os resultados serão compartilhados com a equipe”, disse Isola em Istambul. “Não houve perda de pressão, apenas aumento da vibração durante a corrida. Estamos investigando a construção e, obviamente, neste caso, é possível investigar o pneu, porque está disponível”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email