Bottas: “Lewis estava melhor este ano”

Bottas: “Lewis estava melhor este ano”

As chances de Valtteri Bottas de título contra o companheiro de equipe da Mercedes Lewis Hamilton já pareciam bastante anêmicas rumo ao Grande Prêmio da Turquia, no domingo, não ajudadas por uma qualificação ruim que viu o finlandês se classificar em nono. Mas um desfecho espetacular de seu Grande Prêmio em Istambul, que o viu rodar seis vezes, ser ultrapassado pelo vencedor da corrida, Hamilton e terminar em P14, deixou um cavalheiro Bottas admitindo que seu companheiro de equipe tinha mais do que merecido para ganhar seu sétimo título.

A verdadeira vergonha para Bottas foi que ele fez uma partida excepcional, subindo até o quarto lugar antes de um giro de Esteban Ocon da Renault na Curva 1 desencadear o giro de Bottas. Caiu para o fim do pelotão, Bottas então inacreditavelmente conseguiu se enredar com Ocon pela segunda vez na volta 1 na curva 9.

O segundo contato deixou o finlandês com a asa dianteira danificada e um volante desalinhado que fez do resto do Grand Prix uma missão de sobrevivência, com Bottas sendo humilhantemente ultrapassado por Hamilton a 12 voltas do final e o finlandês girando mais duas vezes, ambas por conta própria na curva 2, antes de finalmente voltar para casa em 14º.

“Foi uma corrida longa, um dia muito longo”, disse Bottas após a corrida. “Obviamente na primeira volta deu tudo errado … alguém na primeira curva estava girando, eu estava evitando e girei também”.

“Tive contato na Curva 9 e o carro não era mais o mesmo. Lutei para me manter na linha – não conseguia ficar na linha!” ele adicionou. “O volante estava [deslocado], faltava uma peça na asa dianteira. Foi uma sobrevivência”.

“Foi um desastre, estou dizendo”, acrescentou Bottas. “Uma das corridas mais difíceis que já fiz, com certeza”.

Hamilton, que o Bottas precisava superar por oito pontos em Istambul para manter vivas suas esperanças de título, fez uma corrida sensacional para conquistar a vitória, e com ela um sétimo título, em uma temporada que começou – como em 2019 – com uma vitória do Bottas na abertura da temporada.

Mas com Hamilton tendo agora vencido 10 corridas em 2020 contra duas de Bottas, o finlandês foi forçado a aceitar que havia sido superado por seu companheiro de equipe ao longo da temporada, já que Hamilton igualou o recorde de Michael Schumacher.

“Ele merece totalmente”, disse Bottas, que parabenizou Hamilton calorosamente por sua conquista no parque ferme. “Ele foi o melhor de todos nós este ano, em média, e ele merece muito, muito bom para ele. Mas vou tentar vencê-lo no próximo ano”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email