Jardine e Rodrygo valorizam virada da Seleção Olímpica sobre a Coreia do Sul

Jardine e Rodrygo valorizam virada da Seleção Olímpica sobre a Coreia do Sul

Para brasileiros, o jogo contra os coreanos, classificados para os Jogos Olímpicos, foi um excelente teste para mostrar o grau de dificuldade que a Seleção Olímpica vai encontrar em Tóquio.

Não foi fácil. O primeiro jogo preparatório da Seleção Olímpica após o hiato por conta da pandemia foi contra a Coreia do Sul, garantida nos Jogos Olímpicos e campeã do torneio classificatório asiático. O Brasil saiu atrás no placar no Al Salam Stadium, no Egito. Mas demonstrou força e dominou as ações na partida até o gol empate, marcado por Matheus Cunha, o 15º gol dele pela equipe sub-23. Já no segundo tempo, a equipe comandada por André Jardine conseguiu a virada e não deu chances para o coreanos. Virada brasileira com gols de Rodrygo e Reinier. 

Autor do gol da virada, Rodrygo exaltou a força do Brasil para buscar o resultado. Para o camisa 7, foi um grande teste para os Jogos Olímpicos.  

“A Coreia nos deu dificuldade. Eles não param de correr um minuto. A gente sabe que essa dificuldade  nós vamos encontrar nas Olimpíadas. Então foi muito bom ter vencido e até mesmo termos saído perdendo porque isso mostrou que temos força de correr atrás do placar. Vamos seguir trabalhando e ouvindo as orientação do professor Jardine. Tem tudo para dar muito certo”, disse o atacante. 

O treinador André Jardine também destacou o controle emocional do grupo dentro da partida, que não se abalou ao sofrer o primeiro gol e seguiu atacando e buscando as oportunidades. 

Rodrygo marcou o segundo gol do Brasil contra a Coreia do Sul neste sábado no Egito
Créditos: Ricardo Nogueira/CBF

“Nos superamos no jogo. Gosto de valorizar uma virada acima de tudo. Quando se sai perdendo e tem força mental para buscar,  para não se abalar e não deixar o resultado afetar o desempenho, demonstra uma maturidade do time. Se não foi uma atuação perfeita, foi muito satisfatória da forma que o jogo se mostrou. Os jogadores estão de parabéns. É assim que se representa o Brasil”, completou Jardine. 

O treinador reforçou a qualidade do adversário da tarde de sábado: “Foi um jogo difícil como esperado, a Coreia foi campeã do seu continente, se classificou conquistando o titulo, é atual vice campeã  sub-20, nas ultimas Olimpíadas perderam nas quartas de final para a Alemanha. Eles vem crescendo e evoluindo muito”.

A Seleção Olímpica volta a campo na próxima terça-feira (17) às 16h (horário de Brasília) contra o Egito no Estádio Internacional do Cairo. 

Foto: Ricardo Nogueira/CBF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email