Esportes

Ocon “muito surpreso” com o ritmo da McLaren

Compartilhar

Depois de se classificarem em um impressionante sexto e sétimo lugar para o Grande Prêmio do Bahrain, os pilotos da Renault, Daniel Ricciardo e Esteban Ocon, voltaram para casa em sétimo e nono, tendo passado grande parte da corrida lutando entre si – e não tendo respondido ao ritmo da McLaren em Sakhir.

Apesar de usar estratégias diferentes na corrida, Ricciardo e Ocon várias vezes se viram na mesma parte da pista lutando um contra o outro durante o Grande Prêmio, com Ricciardo a certa altura falando com a equipe por rádio para perguntar “por que estamos competindo um com o outro?” – após o que ele foi deixado passar por Ocon.

Mas com os dois pilotos ultrapassados ​​durante a noite pela dupla Lando Norris e Carlos Sainz da McLaren com motor Renault – que largou em nono e 15, mas terminou em quarto e quinto na bandeira – Ocon ficou perplexo com a queda do ritmo da Renault em comparação com as McLarens.

“Acho que temos muito o que revisar porque não fomos tão rápidos quanto a McLaren hoje”, disse Ocon. “Nossa estratégia do meu lado não foi a melhor, com dois médiuns. Daí em diante isso nos comprometeu um pouco, e no geral o ritmo não foi tão forte, então vamos rever e voltar mais fortes no próximo domingo”.

“[As McLarens] tiveram um dia muito mais forte hoje do que ontem, por isso é muito surpreendente”, acrescentou. “Mas ainda não acabou. Há mais dois para ir e as coisas podem mudar muito rapidamente, então veremos. Mas no curto-circuito [que será usado para o Grande Prêmio de Sakhir], podemos ter uma grande chance novamente e um ótimo desempenho”.

A noite forte da McLaren no Bahrein levou-os ao terceiro lugar na classificação dos construtores, que agora lideram por 17 pontos da Racing Point – que não conseguiu marcar no Grande Prêmio – e 27 pontos da Renault, quinto colocado.

E o chefe da equipe Renault, Cyril Abiteboul, descreveu o que testemunhou de sua equipe no dia da corrida no Bahrein como “decepcionante”, depois que a equipe saiu com apenas oito pontos.

“Depois de uma qualificação muito promissora com ambos os pilotos no top 10 com pneus médios… esta corrida é claramente decepcionante”, disse Abiteboul. “Perdemos posições nas duas largadas, a primeira com o Esteban e a segunda com o Daniel, o que atrapalhou nossa corrida e impactou nossa estratégia com paradas precoces”.

“Na segunda passagem, os dois carros não conseguiram encontrar o ritmo e vamos ter que entender o porquê. No final da corrida, Daniel estava no ritmo novamente e teria terminado em sexto sem a intervenção do Safety Car.

“O resultado final deste fim de semana não está à altura das nossas ambições e precisamos nos reagrupar muito rapidamente para as duas últimas corridas”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo