News

Plataforma de alerta climático é a ideia que Paraná levará a desafio mundial

Compartilhar

Equipe que desenvolveu a plataforma venceu a edição estadual do Climathon, um desafio com propostas que impactam a vida das pessoas na cidade e no campo. 

A criação de uma plataforma de alertas climáticos, baseada em equipamentos meteorológicos de baixo custo para monitorar chuva, umidade e emissão de gases de efeito estufa na cidade e no campo, é a ideia que vai representar o Paraná em um desafio global no mês que vem. 

A proposta foi a vencedora do hackaton climático (Climathon) deste ano promovido pela Impact Hub Curitiba. Esta foi a primeira vez que o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, atuou como parceiro do projeto, com o Desafio Paraná. Os participantes tiveram que apresentar soluções para prevenção e alerta de eventos climáticos extremos para a população da cidade e do campo.  

O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, afirma que envolver jovens empreendedores na busca por soluções ambientais é indutor ao desenvolvimento. “Eles conseguem nos apresentar soluções para áreas que necessitam de atenção e um novo olhar”,  disse Nunes, destacando que a temática das mudanças climáticas ganhou espaço com a reestruturação feita na Secretaria.

Políticas públicas para amenizar os impactos provocados pelas mudanças climáticas no Paraná já são discutidas pela Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo. A diretora-geral, Fabiana Campos, destaca que todo o planejamento estratégico é pautado também pelos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).  

“O ODS 13, que trata especificamente das mudanças climáticas, teve a atenção voltadas diretamente para as políticas ambientais e o Simepar”, explica. “O plano estadual de mudanças climáticas, parado desde 2015, foi retomado no ano passado e reformulado, o que nos levou à criação do Paranaclima”, completa. 

“A natureza tem nos mostrado sinais. Neste ano, tivemos uma série de desastres e fenômenos naturais de grande monta no Estado, como queimadas e incêndios em florestas, enchentes e períodos de grande escassez também”, lembra o coordenador de Projetos Sustentáveis da Secretaria, Charles Carneiro. 

De acordo com ele, foram esses sinais que contribuíram para a criação do Paranaclima, programa que desenvolve ações de prevenção, adaptação e mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. 

“O tema mudanças climáticas é um dos mais estudados e pesquisados no mundo. No Paraná, a expectativa é gerar soluções importantes com o Paranaclima, desenvolvido em parceria com o Simepar”.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo
Translate »