Esportes

Sainz diz que “não pode reclamar” sobre P4

Compartilhar

Carlos Sainz insistiu que não ficou frustrado depois de chegar perto, mas acabou perdendo um pódio no Grande Prêmio de Sakhir, mas ficou satisfeito por ter salvado um resultado para a McLaren sob as luzes no Bahrein.

O espanhol que ia para a Ferrari disse que o oitavo lugar no grid era tudo o que ele poderia imaginar na qualificação no sábado, mas na corrida ele pulou fora da linha para aproveitar a batida de Charles Leclerc e Max Verstappen no final da primeira volta. Tendo se colocado em terceiro, ele perdeu terreno quando parou logo depois que o Virtual Safety Car na volta 55 para limpar a Williams quebrada de Nicholas Latifi – terminou. O mau momento o tirou da disputa pelos três primeiros.

“Quando você é derrotado por carros um pouco mais rápidos e com um pouco de sorte, você não pode reclamar”, disse Sainz em Sakhir.

“Especialmente porque os Renaults foram mais rápidos durante todo o fim de semana e os Racing Points também, então o trabalho que fizemos ontem na qualificação e hoje para pular na largada e ficar um pouco à frente – mesmo no ritmo, às vezes por meio de uma melhor gestão dos pneus – estávamos conseguindo abrir algumas brechas e junto com isso acho que nos mantivemos muito, muito na luta o tempo todo”, explicou.

1289771459
Sainz parabenizou o vencedor Perez após a corrida

“Honestamente, como eu disse, fomos derrotados por um Racing Point que veio do último para o primeiro com um ritmo incrível com uma estratégia de parada única que pensamos que não era possível, pelo menos para nós”.

Apesar de não terminar no pódio, Sainz ainda lutou com os líderes da corrida, disputando com Valtteri Bottas o P2 na reinicialização do Safety Car na 7ª volta, e ficou contente com o quarto lugar na corrida. Ele acrescentou que a McLaren fez “tudo o que podíamos” para garantir esse acabamento.

Ele explicou: “As pessoas podem pensar que estou bastante frustrado por não ter subido ao pódio, mas na verdade fizemos tudo o que podíamos”.

“Acho que tivemos uma ótima largada, tivemos uma ótima primeira passagem, abrindo espaço para carros que foram mais rápidos que nós ontem [na qualificação], então fizemos tudo o que podíamos para nos colocar na melhor posição possível e acho que nós tivemos um pouco de azar com o tempo do Virtual Safety Car, e acho que provavelmente ficamos um pouco mais expostos no ritmo por um Racing Point que foi do último ao primeiro”.

“Então, sim, fomos derrotados por carros mais rápidos hoje; fizemos tudo o que podíamos; Provavelmente fiz uma das minhas melhores corridas; Eu realmente não posso reclamar muito”.

“Acho que não deixamos nada sobre a mesa”, concluiu.

A McLaren perdeu terreno na luta pelo terceiro lugar no campeonato de construtores quando a Racing Point conquistou 40 pontos no Bahrein, com Sergio Perez vencendo a corrida e Lance Stroll terminando em terceiro, então a batalha continua no próximo fim de semana no final da temporada em Abu Dhabi.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo