News

Entregue novo trecho de duplicação da BR-116

Pista duplicada ajuda a reduzir tempo de viagem, trazendo mais rapidez e segurança.

Melhores condições de trafegabilidade para escoar a produção nacional para os países do Mercosul é uma vantagem trazida pela liberação, nesta quinta-feira (10), de mais 27,1 quilômetros de pista duplicada da BR-116, entre Guaíba e Pelotas, no Rio Grande do Sul. O Presidente Jair Bolsonaro, acompanhado de ministros, participou da cerimônia que marcou a entrega da pista.

A obra de duplicação da BR-116 entre Guaíba e Pelotas tem 211,2 quilômetros e está dividida em nove lotes construtivos. Com a entrega desta quinta-feira, 57% do total a ser duplicado está concluído, de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

A BR-116 é a principal via de acesso ao sul do estado e ao Porto de Rio Grande, considerada corredor de escoamento de produção entre o Brasil e o Mercosul.

Melhorias na BR-116

O projeto de duplicação da BR-116 beneficia diretamente 12 municípios da região sul do estado. Ao longo dos últimos dois anos, o Ministério da Infraestrutura concluiu e liberou ao tráfego trechos em Pelotas, São Lourenço do Sul, Turuçu, Cristal, Camaquã, Tapes e Barra do Ribeiro.

Além da implantação de uma nova pista, os usuários contarão com melhorias como travessias urbanas, ruas laterais, retornos operacionais, viadutos, passarelas e pontes. As intervenções proporcionarão mais segurança, conforto e organização ao tráfego das cidades próximas.

Foto: Alan Santos/PR
Fonte: Planalto.Gov

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo