Brasil empata com o Chile e conquista o Torneio Internacional Sub-20

Brasil empata com o Chile e conquista o Torneio Internacional Sub-20

Na Granja Comary, Seleção Brasileira faz 1 a 1 com os chilenos e fica com a primeira posição do quadrangular preparatório para o Sul-Americano Sub-20 do ano que vem.

Na manhã desta sexta-feira (18), a Seleção Brasileira Sub-20 conquistou o título do Torneio Internacional da categoria, disputado na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). Com gol de Cauê, a equipe comandada por André Jardine empatou em 1 a 1 com o Chile e ficou com a primeira posição do quadrangular, com seis pontos e maior saldo de gols em relação aos adversários.

O torneio foi organizado como parte da preparação para o Sul-Americano Sub-20 Conmebol, que será realizado em fevereiro de 2021, na Colômbia. Além do Brasil em primeiro lugar e Chile na segunda posição, o Peru ficou com as medalhas de bronze ao vencer a disputa do terceiro lugar por 3 a 0 diante a Bolívia, que terminou em quarto.

O jogo

O primeiro tempo do confronto decisivo começou quente. Logo com 30 segundos no relógio, Zanocelo aproveitou erro de saída de bola chilena e entrou na área, sofrendo um carrinho por trás de Bruno Gutierrez. A arbitragem assinalou pênalti, e Maurício foi para a cobrança. No entanto, o camisa 10 viu o goleiro Echave acertar o canto e fazer a defesa. Depois, o Chile passou a pressionar mais e abriu o placar aos sete minutos, quando Gonzalo Tapia pegou sobra de bola no meio, girou e finalizou cruzado para vencer Leo Linck e fazer 1 a 0. A Seleção não se intimidou com a desvantagem no placar e se manteve ofensiva. Aos dez, Praxedes arriscou chute forte de fora da área e viu Echave defender. O camisa 18 teve outra boa chance mais tarde, mas a finalização saiu muito alta.

De tanta insistência, o Brasil chegou ao gol de empate aos 29 minutos. Pela esquerda, Gustavo Maia se livrou da marcação de quatro chilenos e cruzou para a área. Cauê recebeu e tocou na saída do goleiro chileno para deixar tudo igual: 1 a 1. Depois, aos 44, Cauê chegou a balançar as redes novamente após bom cruzamento de Bruno Gomes, mas o assistente apontou posição irregular e o gol não foi validado.https://player.vimeo.com/video/492648767

Na volta do intervalo, a Canarinho controlou as ações e criou as melhores chances de ficar na frente. Aos 11 minutos, Gustavo Maia avançou pela esquerda, puxou para dentro e cruzou para Praxedes, que ficou cara a cara com Echave, mas viu Bastian Tapia salvar o Chile em cima da linha. Depois, Calegari levantou a bola na área pela direita, e Cauê cabeceou com perigo exigindo boa defesa do goleiro adversário. Na pressão brasileira, Praxedes finalizou colocado e quase mandou a bola no ângulo. Perto dos 30, o Brasil perdeu Welington, pelo segundo cartão amarelo, mas seguiu tendo o domínio da partida. Os chilenos levaram mais perigo em chutes de longe, enquanto a equipe de André Jardine seguiu construindo boas jogadas e deu trabalho para o goleiro Echave.  O equilíbrio permaneceu até o apito final, que confirmou o placar empatado em 1 a 1.

Brasil: Leo Linck, Rafael (Calegari), Luan Patrick, Pedro Henrique e Wellington; Bruno Gomes, Zanocelo (Daniel Cabral) e Maurício (Jajá); Gustavo Maia (Riquelme), Cauê (Carlos Alberto) e Praxedes.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email