Paraná: Sanepar investe quase R$ 300 milhões na Região Norte

Paraná: Sanepar investe quase R$ 300 milhões na Região Norte
Foto: Sanepar

Apenas neste ano, os empreendimentos em água e esgoto somam R$ 297,5 milhões, entre obras em andamento, concluídas e processos licitatórios que já foram iniciados para ampliação do atendimento.

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) planeja investir, entre 2021 e 2025, R$ 7,86 bilhões em todo o Estado. Na região Norte, apenas neste ano, os empreendimentos em água e esgoto somam R$ 297,5 milhões, entre obras em andamento, concluídas e processos licitatórios que já foram iniciados.

Nos próximos meses devem ser contratadas obras de ampliação do abastecimento de água em Londrina. Os distritos Selva, Guaravera, Maravilha, Irerê e Warta terão novos poços. A cidade será contemplada com quatro novos reservatórios e sete elevatórias, além da implantação de 62 quilômetros de tubulações.  Com isso, a capacidade de reservação será ampliada em 24 milhões de litros de água.

Na região central de Londrina, mesmo com a pandemia, as obras seguiram seu cronograma em 2020. A substituição de 86 quilômetros de rede de ferro por polietileno de alta densidade (PEAD) vai melhorar a distribuição de água. Obra similar está sendo executada em Rolândia, onde 38 quilômetros de tubulação estão sendo renovados.

“Estamos muito satisfeitos com o desdobramento dos programas de investimentos da companhia. Na nossa região, conseguimos viabilizar obras importantes para ampliar o atendimento com coleta e tratamento de esgoto e também para garantir o abastecimento com água tratada”, afirma o gerente-geral da Sanepar na Região Nordeste, Fernando Norio.

Ele lembra que a estiagem prolongada que impôs a implantação de rodízios em outras regiões do Estado, também provocou – embora em menor escala – queda de vazão dos mananciais superficiais e subterrâneos do Norte do Paraná. “A população precisa colaborar evitando desperdícios de água neste verão, pois estamos com um déficit hídrico importante, com sistemas trabalhando no limite”, destaca.

Na região, a localidade mais sensível é o distrito Santa Margarida, em Bela Vista do Paraíso. Lá, a Sanepar deve entregar, nos próximos meses, um novo reservatório e um novo poço. “Há dias nos quais registramos um consumo muito além do normal, devido ao calor. Especialmente entre sexta e sábado, quando se intensificam as limpezas domésticas. Por isso a economia de água é fundamental”, alerta o gerente.

A Sanepar está viabilizando novos poços tubulares profundos para ampliar a capacidade dos sistemas de diversas cidades da região Norte. Neste último trimestre foram contratadas obras de operacionalização de poços em Jandaia do Sul, São Pedro do Ivaí, Ibaiti, Califórnia, Japira e Leópolis. Estão em execução ampliações dos sistemas de abastecimento de Lunardelli e Apucarana e Godoy Moreira. Em Santa Mariana, um novo poço acaba de entrar em operação.

ESGOTO – Ainda na região Norte, a Sanepar executa obras para ampliar o atendimento com esgoto sanitário e melhorar a eficiência do processo de tratamento. A empresa concluiu recentemente obras na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Sul, em Londrina, onde também está ampliando a ETE Norte.

Em Apucarana, estão em andamento obras nas ETEs Barra Nova e Biguaçu. A população de Ivaiporã está acompanhando a construção da ETE Pindauva e de mais três estações elevatórias, além da implantação de 100 quilômetros de tubulações.  Arapongas e Rolândia contam com obras de saneamento para atender moradores de diferentes regiões.  

No Norte Pioneiro, as cidades de Leópolis, Curiúva e Barra do Jacaré estão sendo contempladas com sistemas completos e modernos de esgotamento sanitário. As obras seguem a todo vapor. Em Ibaiti a ampliação do sistema atual consiste na implantação de 50 quilômetros de rede, duas elevatórias e uma nova ETE.

NO PARANÁ – De acordo com o Atlas de Atualização da Base de Dados de Estações de Tratamento de Esgotos, divulgado em julho deste ano pela Agência Nacional de Águas (ANA), o Paraná tem o segundo melhor índice do País no atendimento à população urbana com serviço de esgotamento sanitário.

O levantamento aponta o Estado com 80,7%, superado apenas pelo Distrito Federal, e com quase o dobro da média nacional, que ficou em 46,5%.

O desempenho do Paraná pode ser melhor avaliado se forem considerados o tamanho da população e o número de municípios atendidos. O Distrito Federal engloba Brasília e 32 regiões administrativas, que somam cerca de 3 milhões de habitantes. No Paraná, são 399 municípios e aproximadamente 12 milhões de habitantes.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email