Empresa Portos do Paraná apoia gestão de resíduos na Ilha do Mel

Empresa Portos do Paraná apoia gestão de resíduos na Ilha do Mel

Empresa Portos do Paraná desenvolve projeto em parceria com a administração local da Ilha e Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca. Objetivo é conscientizar moradores e turistas.

Equipes da Portos do Paraná mobilizaram o comércio, pousadas e restaurantes da Ilha do Mel, neste final do ano, para orientar sobre o descarte correto de resíduos sólidos. A ação faz parte do Programa de Educação Ambiental da empresa pública e é direcionada para as comunidades que estão na área de influência dos portos de Paranaguá e Antonina.

“Na Ilha do Mel a própria comunidade deu uma ideia de desenvolver um selo de qualidade para os moradores e comerciantes que façam a destinação correta do lixo reciclável”, disse o diretor de Meio Ambiente da Portos do Paraná, João Paulo Santana.

Segundo ele, o objetivo é fazer com que população reduza a produção de resíduos e que o lixo seja separado de forma correta e adequada para ser encaminhado para reciclagem.

“A demanda surgiu em uma oficina de diagnóstico socioambiental participativo, quando foi identificada a necessidade de sensibilizar os turistas sobre a importância de levar os resíduos produzidos na Ilha para locais adequados de depósito”, explica Santana.

SELO VERDE – Para constatar a evolução do projeto e medição de resultados, será feito um monitoramento da qualidade de segregação dos resíduos sólidos retirados da Ilha do Mel, que terá acompanhamento dos funcionários locais da prefeitura e análise pela Cia Ambiental.

O monitoramento possibilitará a premiação dos comércios mais atuantes e participativos. Previamente intitulada de Selo Verde, a homenagem será concedida anualmente.

ODS – O projeto de descarte de resíduos sólidos na Ilha do Mel vem ao encontro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), dos quais a empresa Portos do Paraná é signatária. 

A intenção é colaborar com “processos educativos e formativos para organização comunitária e para participação na gestão ambiental”, na “capacitação em atividades produtivas alternativas ligadas aos modos de vida locais e à cadeia produtiva da pesca”, em “ações voltadas para a melhoria das condições de vida e condições de trabalho” e na “articulação com os demais programas”.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email