Ipem-MG amplia fiscalização para garantir segurança nas compras de fim de ano

Ipem-MG amplia fiscalização para garantir segurança nas compras de fim de ano
Woman with the surgical mask and the gloves is shopping in the supermarket after coronavirus pandemic. The girl with surgical mask is going to buy the some food.

Mais de 40 mil itens, como brinquedos, panetones e luminárias, foram verificados pelo instituto.

Com a chegada do Natal e do Ano Novo, os consumidores aumentam significativamente o movimento no comércio. Por esse motivo, o Instituto de Metrologia e Qualidade do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), ampliou, neste mês de dezembro, as fiscalizações de diversos produtos vendidos nesta época do ano.

Mais de 40 mil itens, dentre brinquedos, luminárias, panetones, frutas secas, vinhos e diversos outros produtos foram alvo da fiscalização realizada pelo instituto.

Como explica o diretor de Metrologia e Qualidade do Ipem-MG, Luiz Marcelo Scalioni, é importante dar segurança à população que se dirige às compras nos dias que antecedem o Natal e o Réveillon, época considerada a de maior movimento pelo setor varejista.

“Trabalhamos durante todo o ano e, em algumas ocasiões tradicionais, fazemos operações especiais, como é o caso do Natal. Queremos defender o consumidor e auxiliar o empreendedor que trabalha direito, contribuindo, assim, para o desenvolvimento econômico do estado”, destaca.

Dicas 

Os alimentos para as ceias, como panetone, chester, peru, tender, pernil, espumantes, vinhos, cereais, lentilhas, frutas in natura e secas, devem ser comercializados com a indicação quantitativa de peso ou volume. A maioria desses itens se enquadra na categoria de produtos pré-medidos, que são aqueles embalados e medidos sem a presença do consumidor.

No momento da compra é importante verificar a fidelidade das informações dispostas nas embalagens dos produtos que vêm da indústria e dos fracionados pelo ponto de venda. Para isso, o consumidor pode utilizar as balanças disponibilizadas pelo supermercado, geralmente na área de hortifruti, para realizar a conferência. 

Brinquedos

Com relação aos brinquedos, é obrigatório que eles possuam o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). A chancela garante que o produto não oferece riscos à segurança das crianças, se utilizado de acordo com as recomendações da faixa etária e as instruções de uso.

Também é importante que o brinquedo apresente informações de montagem e eventuais riscos associados à criança, além do CNPJ e do endereço do fabricante ou importador.

Na hora de entregar o presente à criança é preciso ter atenção com as embalagens. Caixas e sacos plásticos devem ser retirados do alcance, a fim de prevenir o risco de sufocamento e de acidentes com grampos e itens similares.

Enfeites

As luminárias natalinas precisam apresentar informações para que o consumidor faça a instalação correta. Existem dois modelos de luzes: tipo mangueira, com lâmpadas de led, e a pisca-pisca tradicional. As informações indispensáveis são potência em watts, tensão em volts e a logomarca do fabricante.

Esses produtos devem ter seus plugs e tomadas no padrão brasileiro, sextavados, que permitem o encaixe total dos pinos condutores de energia elétrica, evitando contato com o consumidor. 

Ouvidoria 

O Ipem-MG conta com um canal de ouvidoria, no qual o cidadão que desconfiar ou encontrar irregularidades em algum equipamento pode registrar o fato por meio do fale conosco presente no site do instituto. Também é possível entrar em contato pelo endereço eletrônico ouvidoria@ipem.mg.gov.br ou pelo telefone 08000 335 335.

Fonte: Agência Minas

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email