RN: Potigás moderniza estações de gás utilizadas em empreendimentos

RN: Potigás moderniza estações de gás utilizadas em empreendimentos

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás), através da Gerência Técnica (GTEC) e Gerência de Operação e Manutenção (GO&M) está inovando o fornecimento de gás natural no Rio Grande do Norte, através do desenvolvimento de um novo modelo de Conjunto de Regulagem de Medição (CRM). O armário para CRM é abrigo para medidores que regulam a pressão do gás e registram o volume consumido pelos clientes.

O trabalho para desenvolvimento do equipamento se deu a partir de consultas ao mercado, para identificação das necessidades de melhoria do sistema anteriormente utilizado. Após análises e estudos, foi identificada a necessidade de aprimoramento do sistema para obtenção de modelos mais compactos e de menor custo, viabilizando assim o atendimento a uma gama mais ampla de clientes.

Para o projeto do novo Conjunto de Regulagem de Medição (CRM), foram feitos levantamentos sobre tipos de materiais e formas de contratação utilizados em outras distribuidoras e realizadas visitas técnicas a fabricantes e fornecedores de grandes centros do pais.

O novo modelo das estações foi projetado com redução de 52% no espaço para instalação e tem custo de implantação 48% menor que o anterior. Foram adotadas novas tecnologias, como a do tubo PEX multicamada, tem menor custo de manutenção e menor tempo para ligação, uma vez que não demanda pintura.

“Flexibilidade, menor custo, menor espaço necessário, tudo isso fruto do trabalho de preocupação com as demandas dos clientes, pesquisas junto às distribuidoras, aos fornecedores e desenvolvimento técnico da GTEC e GO&M. O primeiro cliente já foi instalado com essa tecnologia e a partir de agora todos os novos clientes serão beneficiados”, ressaltou José Augusto, gerente técnico da Potigás.

O gás natural canalizado beneficia não somente os usuários, mas a sociedade no geral, porque reflete na melhoria da segurança dos empreendimentos tendo em vista que dispensa o armazenamento em botijões. Além disso, contribui para a redução de emissões de CO2 no meio ambiente, já que o combustível é o mais limpo dentre os de origem fóssil, sendo utilizado como transição para energias renováveis.

Fonte: Governo do Rio Grande do Norte

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email