News

Corpo de Bombeiros Militar de SC atendeu mais de 147 mil ocorrências e 538 mil chamadas em 2020

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) encerrou o ano de 2020 com 147.089 ocorrências atendidas em todo o estado. A Central de Operações Bombeiro Militar (CBMSC) atuou de forma intensa, com 538.410 chamadas atendidas pelo telefone 193. Muitas das ligações foram de extrema importância, salvando a vida de bebês que estavam engasgados durante a amamentação, por exemplo.

Além disso, 2020 também foi o período em que a corporação passou pelo maior número de incêndios florestais dos últimos quatro anos, totalizando 7.376 ocorrências desse tipo. O ciclone extratropical registrado em julho também exigiu a atuação do CBMSC, que trabalhou na resposta ao evento climático e na ajuda humanitária. Cerca de cinco mil chamadas foram feitas para o telefone 193, durante o fenômeno.  Outros eventos climáticos, como frio extremo e fortes chuvas em dezembro no Alto Vale do Itajaí, também contaram com a presença da corporação para auxiliar a população.

Outro ponto de destaque foi o suporte ao Governo do Estado com os sistemas de Triagem Online da Covid-19, bem como o de organização de leitos de UTI, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde. Os bombeiros militares e comunitários também ajudaram a salvar vidas de outras formas. Eles foram até os hemocentros do estado duas vezes neste ano para aumentar os estoques de sangue do Hemosc, além de realizar uma campanha online estimulando a população.

Em 2020 o CBMSC também teve a primeira mulher subcomandante de Batalhão em Itajaí, o primeiro sargento a completar mil investigações de incêndio e diversas cerimônias online. Uma delas foi a formatura de 168 soldados, transmitida pelas redes sociais.

Confira mais ações realizadas em 2020 pelo Corpo de Bombeiros Militar:

Segurança Contra Incêndio:

– Implementação do e-SCI, sistema online dos serviços de Segurança Contra Incêndio;
– Flexibilização dos serviços de segurança contra incêndio durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), com alternativas para as empresas e locais que necessitam do serviço.

Instalações:


Foto: Julio Cavalheiro / Secom

– Inauguração do laboratório de inovação do CBMSC;
– Criação do 15º Batalhão de Bombeiros Militar, em Rio do Sul;
– Ativação de um quartel operacional em Rancho Queimado;
– Nova sede inaugurada no município de São Bento do Sul;
– Instalação de um quartel do CBMSC no município de Itá;
– Nova sede inaugurada no município de Irani, Chapecó e Monte Carlo;
– Recursos financeiros para melhorias das edificações das cidades de Passo de Torres, Içara, Morro da Fumaça, Santo Amaro da Imperatriz, Trombudo Central, Mafra, Major Vieira e Araquari;
– Recursos financeiros para construção do Centro de Treinamento em Laguna.

Inovação:

– Implementação do Comitê de Governança do CBMSC, transformando a corporação na 1ª instituição militar a adotar o modelo de excelência de gestão, conceito proposto pelo Ministério da Economia e conduzido pela Secretaria de Estado da Administração;
– Aplicação do programa de Gestão do Conhecimento, para a melhoria de processos operacionais e administrativos internos;
– Utilização de Business Intelligence e Big Data, com unificação das bases de dados;
– Implantação do escritório de projetos do CBMSC;
– Renovação da parceria com o Instituto do Meio Ambiente (IMA) e inclusão da funcionalidade “balneabilidade das praias” no aplicativo “Praia Segura” do CBMSC.

Formações:

– 16 novos aspirantes a oficial, que após a conclusão do curso de formação, foram distribuídos pelo estado;
– 27 alunos se formaram no curso de Pós Graduação Lato Sensu em Gestão de Investigação de Incêndios e Explosões;
– 95 novos alunos do Curso de Formação de Soldados foram recebidos, pela primeira vez, em aula inaugural online e nove matérias são ministradas no modelo EAD aos alunos que estavam em formação presencial desde novembro.
– 168 alunos soldados se formaram e passaram a integrar a operação veraneio 2020/2021.

Outros destaques:

– O Comando-Geral conquistou a majoração em 20% dos ressarcimentos pagos a guarda-vidas civis e bombeiros comunitários que prestam serviço voluntário para a corporação;
– Incremento no número de integrantes do Corpo Temporário de Inativos da Segurança Pública (CTISP);
– Acompanhamento dos termos de fomento para repasse de recursos aos bombeiros voluntários;
– Praias de Florianópolis de difícil acesso – Lagoinha do Leste e Naufragados – passaram a contar com postos de guarda-vidas. A Lagoinha do Leste passou a contar com o serviço de forma pioneira e Naufragados passou a ter uma estrutura aprimorada;
– Sinalização em rios e locais com placas e flutuantes, a partir de estudo feito com geomapeamento;
– Batalhão de Operações Aéreas completou 10 anos de serviços prestados para a comunidade;
– Pela primeira vez o Comando-Geral do CBMSC recebeu o presidente da Associação dos Bombeiros Voluntários de SC;
– Pela primeira vez o Curso de Intervenções em Áreas Deslizadas teve participantes internacionais, com bombeiros argentinos, da Província de Misiones;
– Início das obras do projeto do “Centro de Inovação em Salvamento Veicular e Saúde”, em Chapecó.

Fonte GSC Imagens Secom

Print Friendly, PDF & Email

Fabricio Porto

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo