Bavária deixará esculturas medievais antissemitas de “porco judeu” em igrejas

Bavária deixará esculturas medievais antissemitas de “porco judeu” em igrejas
FILE - In this Tuesday, Jan. 14, 2020 file photo the so-called "Judensau," or "Jew pig," sculpture is displayed on the facade of the Stadtkirche (Town Church) in Wittenberg, Germany. An official says authorities, churches and Jewish communities in Germany’s Bavaria region have agreed that anti-Semitic statues and carvings dating back to the Middle Ages shouldn’t be removed from churches. (AP Photo/Jens Meyer, File )

As autoridades alemãs e as comunidades judaicas concordam que as esculturas antijudaicas devem permanecer intactas, com contexto fornecido.

Autoridades, igrejas e comunidades judaicas no estado da Baviera, no sul da Alemanha, concordaram que estátuas e esculturas anti-semitas que datam da Idade Média não devem ser removidas das igrejas, disse uma autoridade na terça-feira.

O homem de ponta do governo da Baviera contra o anti-semitismo, Ludwig Spaenle, disse que relíquias como o “Judensau”, ou “porco judeu”, esculturas que ainda adornam algumas igrejas devem ser explicadas “de forma visível e facilmente reconhecível” onde estão, as notícias agência dpa relatada.

A associação de comunidades judaicas da Baviera concordou com a abordagem com representantes de igrejas cristãs e funcionários do Estado, de acordo com a dpa.

Existem cerca de uma dúzia dessas relíquias na Baviera, como uma na catedral de Regensburg. Spaenle disse que aqueles que estão considerando o assunto decidiram por unanimidade contra sua remoção, e argumentou que se as estátuas fossem removidas de seu contexto, seria difícil explicá-las. Eles também podem perder sua função de alerta contra o anti-semitismo, disse ele.

A decisão bávara surge como uma disputa sobre uma escultura de “porco judeu” em outro lugar na Alemanha entrar no sistema judicial.

No início deste ano, um tribunal de apelações rejeitou a oferta de um judeu para forçar a remoção da relíquia de 700 anos, que retrata pessoas identificáveis ​​como judeus amamentando as tetas de uma porca enquanto um rabino levanta a cauda do animal, de uma igreja no cidade oriental de Wittenberg, onde Martinho Lutero pregou uma vez.

O reclamante, que argumenta que a escultura é “uma difamação e um insulto ao povo judeu”, sugeriu remover o relevo da igreja e colocá-lo em um museu próximo dedicado à vida e obra de Lutero. Ele levou o caso a um tribunal federal.

Fonte: jpost.com

SEU APOIO VOLUNTARIO É MUITO IMPORTANTE!
Sua assinatura não somente ajudará no fornecerá notícias precisas, mas também contribuirá para o crescimento do bom jornalismo que ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras.

Tornando-se assinante Prêmio!

Através do link abaixo você obtém 25% de desconto, também contribuirá com ações voltadas a proteção de animais em situações de abandono, e vítimas de maus tratos. Acesse o link ou escaneie o QRcode o abaixo e obtenha o desconto promocional e contribua com a causa animal!

Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

LINK ASSINATURA ANUAL PAGAMENTO ÚNICO

Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email