Programa Criança Feliz ultrapassou 115 mil atendimentos no ano em MS

Programa Criança Feliz ultrapassou 115 mil atendimentos no ano em MS

Gerenciado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), o Programa Criança Feliz em Mato Grosso do Sul ultrapassou a marca dos 115 mil atendimentos pelas equipes dos 32 municípios que aderiram ao programa no Estado. Uma marca celebrada pela gestão estadual, por ser um desafio exercitar a assistência social nesse cenário de pandemia que assusta o mundo.

“A pandemia de Covid-19 tem nos desafiado e exigido soluções inovadoras, e não foi diferente com o Criança Feliz. Tivemos que nos adaptar. As equipes são imprescindíveis para que a política chegue de fato a quem precise. Muitas equipes se viram com um desafio nessa pandemia, mas o serviço continuou com o acompanhamento remoto em muitos municípios e assim foi possível realizarmos as visitas. Atividades por meio de vídeos também foram usadas e também com materiais que as famílias têm em casa. Várias ideias e informações foram trocadas com as equipes durante todo esse tempo, sempre com orientações permanentes e fazendo uso dos sistemas eletrônicos disponíveis. A gestão estadual do programa tem se capacitado sempre para dar o apoio necessário aos municípios, inclusive fomos o primeiro Estado do país a capacitar as equipes municipais nesse período”, aponta a gestora estadual do Criança Feliz em MS, Alessandra Neri.

Em São Gabriel do Oeste, a secretária municipal de Assistência Social, Rosane Mocellin, ressalta que a adaptação no seu município também foi necessária. “O Programa Criança Feliz veio para completar um trabalho dentro da política nacional de assistência social. A primeira infância é uma janela para a criança. Em São Gabriel do Oeste vimos uma oportunidade de atender esse público que tínhamos bastante dificuldade. É extremamente importante as visitas in loco, mas nesse ano nos adaptamos e elaboramos um material para que a família pudesse dar continuidade com a rotina diária. A ideia era a continuidade do trabalho, com os cuidados necessários. Em nossa cidade o programa não parou, trabalhamos de forma diferenciada. Isso foi fundamental para que não perdêssemos o vínculo com as famílias”.

O  Criança Feliz leva orientações sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos.  Foto : Mauro Vieira/Ascom/Ministério da Cidadania.

Na região de fronteira, a secretária municipal de Assistência Social de Ponta Porã, Vera Oliveira, também contou com o empenho da equipe para superar as dificuldades impostas pela pandemia. “Quando tudo começou [pandemia de Covid-19] nós reunimos a equipe e fizemos um combinado de que a equipe estaria olhando o que poderíamos fazer e não o que não poderíamos fazer. Trabalhamos olhando as possibilidades. E assim aconteceu, sempre respeitando as normas de segurança. Nossos visitadores foram um verdadeiro elo entre a família e as políticas sociais. Tenho muito orgulho de nossa equipe e vejo o quanto avançamos. Estamos aqui para cuidar das pessoas e cuidar das pessoas requer um olhar diferenciado independentemente da situação em que estivemos passando”, afirma.

Criança Feliz

Dúvidas em relação ao programa, que em MS é vinculado à Sedhast, podem ser esclarecidas na coordenação estadual do programa via e-mail criançafelizms@sedhast.ms.gov.br ou ainda pelo telefone (67) 3318-4131.

O Criança Feliz leva orientações sobre o desenvolvimento das crianças de até três anos inseridas no Cadastro Único para programas sociais do governo federal e de até seis anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Por meio de visitas domiciliares, o programa promove apoio às gestantes na preparação para o nascimento da criança, estímulo ao desenvolvimento infantil com atividades lúdicas e, principalmente, fortalecimento do vínculo afetivo entre a criança e familiares.

Fonte: Governo do Mato Grosso do Sul

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email