Junta Comercial consolida serviços online de registro empresarial no RN

Junta Comercial consolida serviços online de registro empresarial no RN

Em 2020, mesmo com os desafios impostos pela pandemia, a Junta Comercial do Rio Grande do Norte manteve o atendimento ao público sem interrupções. E a tecnologia foi uma importante aliada para digitalizar serviços e atender a demanda crescente de todo o estado. Atualmente, desde o registro de empresas e demais alterações até a emissão de certidões de inteiro teor e a autenticação de livros contábeis são feitas de forma online.

Os serviços estão integrados no portal Redesim RN, que reúne os dados cadastrais da Receita Federal e demais órgãos estaduais e municipais que participam do processo de abertura, alteração e baixa de empresas, em um ambiente virtual interativo e de fácil acesso. Com o registro 100% digital, a Jucern conseguiu reduzir o tempo médio de abertura de empresa para até 1 hora e 35 minutos, contribuindo para um ambiente de negócios mais ágil e propício ao desenvolvimento econômico do estado.

Escritório do Empreendedor

Essencial para a modernização do ambiente de negócios do estado, o Escritório do Empreendedor conta com duas unidades em funcionamento, em Mossoró e em Natal, e uma média mensal de 2 mil atendimentos por mês. Quem busca os serviços do EE, encontra em um único espaço os órgãos presentes no processo de registro empresarial, sendo importante ferramenta de desburocratização.

Estão presentes no EE os seguintes órgãos: Jucern, Receita Federal, Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária (Suvisa), Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Corpo de Bombeiros, Secretaria de Estado da Tributação (SET), Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), Instituto de Gestão das Águas do Estado (Igarn), Secretaria de Vigilância Sanitária Municipal, Secretaria de Tributação Municipal e Secretaria Executiva de Meio Ambiente e Urbanismo.

Jucern registra estabilidade no número de encerramento de empresasPela primeira vez em dez anos, a Junta Comercial do Estado do Rio Grande do Norte registrou estabilidade nos dados de encerramento de empresas. O índice que chegou a 4.968 solicitações no fim de 2019, foi de 4.965 em 2020. A última queda nesses dados havia sido registrada em 2011. Já a solicitação de abertura de empresas foi 10% menor neste ano. Ao todo, o Rio Grande do Norte ganhou 7.389 novos negócios em 2020.

“No Rio Grande do Norte, a predominância é de empresas de pequeno porte, cerca de 80% das nossas empresas têm esse perfil, sendo a maioria do setor de serviços e comércio, então, elas costumam puxar os dados de abertura e encerramento. Mas os números da Jucern mostram também que a tendência agora é de recuperação, no segundo semestre de 2020 foram quatro meses seguidos de ascensão no número de novos negócios”, destaca o presidente da Jucern, Carlos Augusto Maia.

Recentemente, a Jucern participou, juntamente com outras entidades do setor econômico e produtivo, da elaboração da Lei da Micro e Pequena Empresa, sancionada pela governadora Fátima Bezerra, que regulamenta o tratamento diferenciado, favorecido e simplificado para os pequenos negócios por meio de políticas de desenvolvimento e desburocratização.

Fonte: Governo do Rio Grande do Norte

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email