News

Amapá Mais Forte: Conheça as linhas de crédito ofertadas pelo Governo do Estado a empreendedores

O plano de investimento econômico apresenta seis linhas de créditos a pessoas físicas e jurídicas, com taxas de juros que variam de 1% a 1,7%, ao mês.

As linhas de crédito do Programa Amapá Mais Forte, lançado pelo Governo do Estado no último dia 2, já estão disponíveis para os empreendedores.

Através delas o Governo do Amapá vai investir R$ 15 milhões – dos 476 milhões na economia até o fim de dezembro – para reerguer empreendedores individuais (MEI) e micro e pequenas empresas (MPE) e, assim, dar novo folego financeiro ao mercado, o que deve proporcionar a geração de empregos temporários e movimentação de renda.

São seis linhas de crédito destinadas a pessoas físicas e jurídicas, com taxas de juros entre 1% a 1,7% ao mês, menores que as do mercado convencional de crédito. O período de carência também é diferenciado.

Segundo o governado Waldez Góes, as linhas foram pensadas para os empreendedores mais afetados pela pandemia e pelo apagão: ambulantes vendedores de churrasquinho, batata-frita, água de coco, feirantes, ambulantes de bebidas, motoristas de aplicativo; mototáxis, manicure; donos de borracharia, batedeira de açaí, lavagem de carro, frutaria, profissionais liberais (advogados, massagistas, terapeutas, psicólogos, dentistas, contadores, entre outros).

As micro e pequenas empresas também foram lembradas: açougue; padaria; salão de beleza; academias; restaurantes; soverterias; pizzarias; lanchonetes; hamburguerias; arenas esportivas; consultórios e laboratórios (oftalmologista, odontológico, pedológico, entre outros); e escolas particulares.

Uma das linhas, Fungetur, específica para empreendedores do ramo do turismo, apresenta taxa de 5% ano e mais a taxa Selic.

Para acessar as linhas, os empreendedores devem procurar a Agência de Fomento do Amapá (Afap), na Rua Cândido Mendes, nº 1111, bairro Central de Macapá, de segunda a sexta-feira, ou nos postos da instituição nas unidades do Superfácil*, na capital e Santana, além da sede do Sebrae*.

São parceiros do Governo do Amapá nesta política econômica o Sebrae, o Banco do Brasil, o Banco da Amazônia (Basa) e a Caixa Econômica Federal.

Amapá Mais Forte

O programa visa a recuperação e o fortalecimento da economia e do empreendedorismo amapaense, afetados pela pandemia e interrupção do fornecimento de energia em 13 municípios em 2020. As frentes de trabalho compreendem: cronograma de pagamentos (injeção financeira na economia), crédito para empreendedores e fomento ao setor de Cultura.

Conheça as Linhas de Crédito:

Fonte: Governo do Amapá

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo