Esportes

Operário-PR derrota o CRB de virada e encosta no G-4 da Série B

Jogando em casa, Fantasma venceu o Galo por 3 a 2 na abertura da 35ª rodada e se aproximou ainda mais da zona de acesso.

Em um grande jogo pela abertura da 35ª rodada da Série B, o Operário-PR virou sobre o CRB e venceu por 3 a 2 no Germano Kruger, em Ponta Grossa (PR). Carlos Jatobá e Wesley marcaram pelo Galo, mas Alex Silva, Jean Carlo e Ricardo Bueno garantiram o triunfo do time da casa nesta quinta-feira (14).

O resultado faz o Fantasma entrar de vez na briga pelo acesso ao Brasileirão Assaí: agora, os paranaenses estão em sexto lugar, com 51 pontos. Os alagoanos ficaram um pouco atrás e seguem na 11ª posição, com 46. Veja os detalhes do confronto:

+ Confira a tabela completa da Série B!

O jogo

Um primeiro tempo de ações divididas em Ponta Grossa. A primeira oportunidade do jogo foi dos donos da casa, mas Rafael Oller finalizou ao lado em cobrança de falta. Em sua chance inicial, o CRB foi mais eficiente: aos 11 minutos, Hyuri bateu cruzado, o goleiro deu rebote e a bola sobrou para Carlos Jatobá, que chutou rasteiro e abriu o placar. O Galo ainda poderia ter feito o segundo aos 20, mas Pablo Dyego carimbou o travessão em finalização de longe.

O Fantasma respondeu aos 27, em cabeceio perigoso de Ricardo Bueno após cobrança de falta de Marcelo. A partida se manteve equilibrada, com os dois times buscando o ataque. Os alagoanos ainda chegaram com Hyuri, que finalizou para fora aos 42. Porém, os paranaenses conseguiram o empate aos 46, em situação parecida com a do gol do adversário: Pedro Ken chutou, Edson Mardden defendeu e Alex Silva pegou o rebote para deixar tudo igual antes do intervalo.

O segundo tempo começou com um golaço do CRB. Aos oito minutos, Wesley cobrou falta com categoria no canto esquerdo e colocou o Galo na frente. No entanto, o Operário controlou as ações depois disso. O Fantasma quase empatou aos 17, em giro e finalização colocada de Rafael Oller. Mas o gol da igualdade saiu aos 23: Jean Carlo bateu de chapa da entrada da área e fez outra pintura no Germano Kruger. Embalados, os paranaenses chegaram à virada aos 32, em remate de Ricardo Bueno, sem chance de defesa para o goleiro. O atacante teve a oportunidade de fazer o quarto, mas parou em Mardden. Na reta final, os mandantes seguraram o ímpeto dos alagoanos e confirmaram os três pontos.

Foto: João Vitor Rezende Borba/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo