Religiosidade

D’us não nos criou para sermos anjos

Nossos Sábios explicam que uma das maiores bênçãos que uma pessoa pode ter é saber que, em qualquer situação da vida, ela fez o melhor que pôde. D’us não nos criou para sermos anjos [Avodah Zarah 3a].

Apenas humanos, temos nossos altos e baixos diários e estamos sujeitos a variações de humor, sentimentos e desejos. É irrelevante se essas mudanças resultam de pressões internas ou externas.

Nós estamos sujeitos a elas. Por causa disso, o Rebe Nachman ensina: mantenha a simplicidade. Não espere que todos os dias sejam iguais. Não espere perfeição, nem mesmo de você. Faça o que puder, quando puder.

Desta forma, você permanece flexível o suficiente para se adaptar a qualquer situação. Este é o Simplório [conta o Rebe Nachman em uma de suas famosas histórias].

Ele vive no presente, nunca se preocupando com memórias passadas ou expectativas [apreensivo demais, o tempo todo] futuras.

Ele tem a confiança de acreditar que tudo o que vier em seu caminho, ele sempre fará o melhor que puder. Boa semana a todos!

Com base nos comentários de Chaim Kramer, sobre Crossing the Narrow Bridge, os ensinos do Rebe Nachman.

Imagem destacada: Pixabay

Por Rabino Eliahu Hasky

Fonte Blog Torah Com Você

SEU APOIO VOLUNTARIO É MUITO IMPORTANTE!
Sua assinatura não somente ajudará no fornecerá notícias precisas, mas também contribuirá para o crescimento do bom jornalismo que ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras.

Tornando-se assinante Prêmio!

Através do link abaixo você obtém 25% de desconto, também contribuirá com ações voltados ao ensino de Torah.

https://nubank.com.br/pagar/1mnkfc/V4e43IJrVl

Print Friendly, PDF & Email

Eliahu Hasky

Colunista para Israel em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais da região.
Botão Voltar ao topo