Esportes

Firmino corre risco de perder posição no Liverpool, diz Carragher

Jejum de gols nos últimos três jogos preocupa ídolo dos Reds.

Roberto Firmino pode perder seu lugar no trio de ataque do Liverpool em meio à dificuldade ofensiva da equipe de Juergen Klopp nas últimas semanas, disse o ex-zagueiro Jamie Carragher.

Mohamed Salah, Sadio Mané e Firmino marcaram 183 gols na Premier League nas últimas quatro temporadas e ajudaram o clube de Merseyside a conquistar o primeiro título inglês em 30 anos na última temporada.

Mas o ritmo diminuiu recentemente e eles estão há três jogos do campeonato sem marcar gol, incluindo o empate em 0 x 0 de domingo com o líder Manchester United em Anfield.

Carragher prevê uma melhora para Salah e Mané, porém expressou preocupação com as perspectivas de longo prazo de Firmino.

“Ainda estou confiante de que Mané e Salah começarão a marcar gols novamente, mas devo dizer que estou preocupado com Firmino”, disse Carragher à Sky Sports. “Sinto que ele precisa ser uma ameaça maior ao gol.”

Para Carragher, outros aspectos do jogo de Firmino também sofreram uma queda.

“O contra-ataque e a recuperação da bola diminuíram com Firmino – e não apenas nesta temporada”, disse Carragher. “É com ele que estou preocupado, seja pela falta de forma ou talvez apenas pelo lento declínio à medida que você fica mais velho, o que é natural para qualquer atacante quando chega perto dos 30 anos.”

O atacante brasileiro tem 29 anos.

Foto: Reuters
Fonte: Agência Brasil

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo