News

Policiais da UPP do Alemão salvam vida de cavalo vítima de maus-tratos

Uma força tarefa foi realizada pela UPP Complexo do Alemão, ONG Paraíso dos Focinhos, Subsecretaria Estadual RJPET, Secretaria Municipal de Proteção Animal, e Projeto Anjos de 4 Patas

Um ato digno de heroísmos realizado por policiais militares da UPP do Complexo do Alemão. Aqueles que estão ali para ajudar, lutar e servir em favor da comunidade, dessa vez mostraram um lado diferente, o amor pelos animais.

Depois de presenciarem um cavalo sendo vítima de maus-tratos, os agentes entraram em contato com a Secretaria Municipal de Proteção Animal, solicitando o resgate, que foi feito em parceria com a Subsecretaria Estadual RJPET e o projeto Anjos de 4 Patas. A protagonista da ação foi a ONG Paraíso dos Focinhos que imediatamente foi acionada, e no mesmo momento abriu as portas do local para receber o animal.

Mas ainda restava uma dúvida entre os policiais: “o que fazer com o cavalo durante a noite?” Sem outra alternativa, os militares pegaram o animal e o deixaram dentro da sede da UPP até a chegada do resgate nesta quinta-feira (14/01) pela manhã.

Chegando lá o bichinho estava alimentado e deitado na sombra, sobre os cuidados dos policiais. O resgate levou cerca de uma hora. A carroça de transporte do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já estava no local, os policiais se despediram do animal e o cavalo carinhosamente batizado de Alemão, em homenagem ao PMs foi levado para a ONG Paraíso dos Focinhos.

O coordenador de operações da Secretaria de Proteção ao animal, Jack Calderini acompanhou toda ação ao lado do veterinário Dr. Mileno. A jornalista Cristina Cruz, assessora da Subsecretaria Estadual de Proteção Animal RJPET, que também é protetora, acompanhou todo trabalho de perto.

De acordo com o secretário municipal de proteção animal, Vinicius Cordeiro, a partir de agora a secretaria atuará em defesa dos equinos e animais de grande porte. Deflagrando ações de fiscalização, monitoramento e controle de maus-tratos. O secretário pretende também intervir na antiga prática de tração animal.

“A nova Secretaria Municipal de Proteção aos animais em apenas quinze dias de trabalho em ações como está, já resgatou mais de cem vidas entre cavalos, animais domésticos e silvestres. Nossa intenção é intensificar as ações de combate ao tráfico animal e dos maus-tratos de milhares de animais que ocorrem infelizmente diariamente na cidade do Rio de Janeiro”, disse o secretário.

O secretário estadual de Agricultura, Marcelo Queiroz, responsável pela Subsecretaria RJPET, reforçou que a pasta trabalha, em parceria com as ONGs e protetores, para evitar que situações como essa se repitam e para dar aos animais o tratamento que eles merecem.

ONG Paraíso dos Focinhos

Segundo Hanri Soares, presidente da Paraíso dos Focinhos, a ONG é uma das poucas que faz resgate de cavalos no estado do Rio de Janeiro. Conta uma estrutura montada há dois anos para equinos, com a presença de veterinários e também de espaços para os cavalos correrem e fazerem exercícios.

“Quando a gente resolveu fazer esse tipo de resgate, tivemos que montar essa estrutura paralela a que temos para cães e gatos. Hoje temos 450 animais entre cães, gatos e cavalos. Eu tenho um prazer muito grande de resgatar cavalos porque sei como eles sofrem nas mãos de carroceiros, com feridas nas patas e outros maus tratos. Para mim é muito gratificante quando a gente consegue resgatar um cavalo, até porque esse tipo de resgate não é fácil. É toda uma estrutura muito mais complexa, que necessita de veterinários e frete, por exemplo. Agora o Alemão vai pro nosso haras, curtir sua vida com dignidade com outros cavalos que temos aqui. Agradeço a PM, a Prefeitura, ao Governo e a todos. Unidos somos mais fortes,” finalizou.

Fonte – RJPET




crõnicas

Clique AQUI NO LINK e adquira na Amazom.com – em E-book e Impresso

Print Friendly, PDF & Email

Luiz Gustavo Chrispino

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo