News

Emater recebe doação de 200 exemplares de obra literária referência na agropecuária goiana

O órgão recebeu na terça-feira (26). a entrega de 200 exemplares do livro “Agricultura em Goiás – Análise e Dinâmica”, obra organizada pelo ex-engenheiro agrônomo da Emater, Armantino Alves Pereira, morto em 2019. Classificado como a mais completa obra sobre agropecuária, o compêndio de 970 páginas, publicado em 2004, reúne textos de diversos autores que abordam a história do setor em Goiás.

O presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Pedro Leonardo Rezende, recebeu na última terça-feira (26) a entrega de 200 exemplares do livro “Agricultura em Goiás – Análise e Dinâmica”, obra organizada pelo ex-engenheiro agrônomo da Emater, Armantino Alves Pereira, falecido em 2019. Classificado como o mais completo livro sobre agropecuária goiana, o compêndio de 970 páginas, publicado em 2004, reúne textos de diversos autores que abordam a história do setor em Goiás.

A doação foi realizada simbolicamente pelo também ex-extensionista Carlos César em cumprimento ao desejo de Armantino. Os livros irão compor o acervo bibliotecário da Emater e também serão distribuídos aos escritórios locais, nos municípios, servindo como instrumento norteador das atividades executadas pelos profissionais da Agência. “Essa obra é extremamente importante e será de grande valia para a condução dos nossos trabalhos, principalmente para o agricultor familiar, objeto principal das ações da Emater”, ressalta o presidente, Pedro Leonardo.

Com prefácio redigido pelo ex-ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Roberto Rodrigues, a coletânea resgata fatos históricos, de 1722 a 2002, do ciclo da mineração à agricultura moderna. Entre os 41 autores estão, além do organizador Armantino, o professor e reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira Brasil; o professor e primeiro doutor da Escola de Agronomia (EA) da UFG, José Xavier de Almeida Neto; o professor e fundador da EA, Manoel Passos de Castro; e a analista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ana Lúcia Delalibera.

O livro é dividido em quatro partes. A primeira retrata aspectos da agricultura tradicional, levando em conta a fase da mineração e, posteriormente, a consolidação da pecuária extensiva e agricultura de subsistência. O segundo momento descreve a transição evolutiva da agricultura tradicional para a moderna, incluindo as principais instituições, programas e projetos agropecuários.

Na terceira parte da obra, os autores analisam as perspectivas para o futuro da agropecuária goiana, diante das conquistas tecnológicas que envolvem campos como a biotecnologia, engenharia genética, sustentabilidade, ecologia e informática. Já a quarta e última parte expõe o que pensam as pessoas que atuam na política, ensino e extensão, trazendo a visão dos profissionais ligados ao agro a partir de suas experiências.

Conforme consta na apresentação, o objetivo do livro, além de indicar uma extensa e rica referência bibliográfica, é restabelecer e preservar conhecimentos valiosos da história agropecuária de Goiás. “O livro é menos moralista e regionalista e mais analítico e dinâmico, ao enfocar aspectos importantes dos múltiplos perfis da agropecuária estadual. Ele retrata parte da agricultura goiana, que vai dos caçadores aos garimpeiros, dos mineradores aos agricultores e destes aos agroindustriais”, escreve Armantino. 

Fonte: Emater-GO

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associada para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo