Esportes

Alpine Elf Matmut Team anuncia seus pilotos para o Campeonato Mundial FIA WEC com um brasileiro na equipe

Compartilhar

43 anos após a vitória do Alpine A44 2b na classificação geral das 24H de Le Mans, a Alpine retorna à categoria máxima das competições de Endurance.

Campeã Mundial FIA WEC LMP2 em 2016 e 2019, e três vezes vencedora das 24 Horas de Le Mans, a Alpine Elf Matmut Team participará do campeonato em 2021 na categoria Hypercar com objetivos modestos, mas com vontade de surpreender. O Alpine A480 n° 36 será confiado a uma equipe formada pelo brasileiro André Negrão e pelos franceses Nicolas Lapierre e Matthieu Vaxiviere.

Campeã Mundial da categoria LMP2 em 2016 e 2019, a equipe Alpine Elf Matmut decidiu subir para o mais alto nível em 2021 com uma participação na Hypercar, a categoria máxima do campeonato FIA WEC 2021. O Alpine batizado de A480, exibirá seu número emblemático, o 36, com o qual a equipe venceu por três vezes as 24 Horas de Le Mans na categoria LMP2 nos últimos cinco anos.

 Com o objetivo de surpreender na categoria máxima nesta primeira temporada, a Alpine Elf Matmut Team contará com o talento de sua equipe de corrida e de seus três pilotos.

Grande ator das vitórias em 2016 e 2019, o francês Nicolas Lapierre contará com a parceria do brasileiro André Negrão, com quem conquistou vários sucessos junto da equipe Alpine.

A equipe será completada pelo francês Matthieu Vaxiviere, competidor experiente na categoria Endurance, com quatro participações nas 24 Horas de Le Mans, coroadas por dois pódios na categoria LMP2, em 2019 e 2020.

 Este trio terá apenas um objetivo: entregar o máximo em cada uma das seis corridas do Campeonato FIA WEC, para conquistar a posição mais alta possível na hierarquia.

 A equipe do Alpine A480 n° 36 estará na pista nos dias 30 e 31 de março no Circuito de Portimão (Portugal), para o lançamento oficial do Campeonato FIA WEC, antes de disputar a primeira corrida no dia 4 de abril, neste mesmo circuito.

Laurent Rossi, diretor geral da Alpine: “Com nossa chegada à Fórmula 1 e nossa participação na categoria máxima do Campeonato Mundial da Endurance, a marca Alpine se beneficiará de uma exposição inédita, graças ao automobilismo esportivo. Confino na escolha dos pilotos feita por Philippe Sinault para escolher os pilotos, pois sua experiência e seu currículo de premiações nesta categoria já demonstraram do que ele é capaz. É importante lembrar que dois dos três pilotos escolhidos já fizeram brilhar as cores da Alpine nas 24h de Le Mans, permitindo que a nossa marca conquistasse um segundo título de campeã na categoria LMP2, em 2019. Tenho certeza que eles saberão formar, junto com Matthieu Vaxiviere, uma equipe à altura das expectativas dos apaixonados pela marca Alpine em todo o mundo.”

Philippe Sinault, diretor da equipe Alpine Elf Matmut: “Hoje estamos apresentando um novo trio de pilotos à altura do desafio que a Alpine deseja enfrentar na categoria Hypercar. Nossa decisão recaiu sobre pilotos que se complementam em termos da experiência e cuja personalidade deve garantir um espírito de coesão em qualquer circunstância. O Nicolas e o André já se conhecem bem e demonstraram sua capacidade de trabalhar juntos em nome da equipe, enquanto que o nome de Matthieu Vaxiviere rapidamente se destacou tanto por suas qualidades humanas como por sua velocidade de ponta, que é bem conhecida na área do paddock. Posso assegurar que nossos três pilotos estão mais motivados do que nunca para fazer brilhar as cores da Alpine desde as primeiras voltas do A480 no campeonato FIA WEC.”

Nicolas Lapierre: “Estou muito feliz que a Alpine tenha decidido participar da categoria máxima do Campeonato Mundial de Endurance. Esta é uma categoria que conheço bem, na qual disputei 5 temporadas e lutei para chegar ao pódio na classificação geral em circuitos do mundo inteiro. A equipe Alpine é sem dúvida uma família com a qual conquistei meus mais belos sucessos desde a temporada 2016 do Campeonato Mundial de Endurance e tenho certeza que Philippe Sinault e o pessoal da equipe saberão preparar um carro que nos permitirá batalhar por uma posição de destaque desde as primeiras corridas de a temporada.”

 André Negrão: “Depois de termos conquistado tudo na categoria LMP2 nestes últimos anos, seria lógico que a Alpine decidisse enfrentar o desafio representado pela participação na categoria máxima do Campeonato FIA WEC. Estou orgulhoso e feliz com a decisão da Alpine de depositar uma vez mais sua confiança em mim, para representar esta marca que dialoga com tantos apaixonados pelo automobilismo esportivo, principalmente no meu país, o Brasil, onde a Alpine foi bem-sucedida na produção e venda de carros no passado.

Matthieu Vaxiviere: “Não vejo a hora de fazer os primeiros testes, para começar a trabalhar com meus novos companheiros de equipe e a equipe, e também para conhecer o carro. A reputação dos homens de Philippe Sinault já é mais do que conhecida e estou confiante em sua capacidade de entregar um trabalho excepcional na temporada 2021. Para mim, pilotar para uma marca como a Alpine é uma grande motivação. Vou me esforçar para honrar o rico currículo de premiações do “A em Forma de Flecha” na categoria  Endurance.”.

 

Pilotos do carro Alpine Elf Matmut Team n° 36

NICOLAS LAPIERRE (FRA)

Nascido em 2 de abril de 1984 em Thonon-les-Bains (França)

Categoria de piloto na FIA: Platinum

Contando com um sólido currículo de premiações em monoposto, coroada com o Grande Prêmio de Macau em 2003 com a equipe Signature, Nicolas passou para a Endurance em 2008. Tendo conquistado suas primeiras vitórias com a Team Oreca Matmut, terminou em terceiro no Campeonato FIA WEC com a Toyota, em 2012. Em três temporadas com o construtor japonês, venceu seis corridas do Campeonato Mundial. Vitorioso na categoria LMP2 nas 24 Horas de Le Mans em 2015, entrou para a equipe Signatech-Alpine para uma inesquecível campanha em 2016, durante a qual venceu novamente a célebre prova e conquistou o título na categoria LMP2. Nicolas venceu novamente em 2018 e 2019, conquistando com a Alpine seu segundo título mundial na LMP2. O francês será um dos pilares da equipe no novo desafio representado pela ascensão da Alpine à categoria Hypercar.

Resumo da carreira

2020 – FIA WEC – LMP2 – 5º  

2019 – FIA WEC – LMP2 – 1º  

2017 – FIA WEC – LMP2 – 6º

2016 – FIA WEC – LMP2 – 1º  

2015 – FIA WEC – LMP2 – 5º

2014 – FIA WEC – 6º

2013 – FIA WEC – 4º  

2012 – FIA WEC – 3º

2010 – Le Mans Series – LMP1 – 2º  

2009 – Le Mans Series – LMP1 – 3º

2009 – Asian Le Mans Series – LMP1 3º

2006 – A1 GP – 1º  

2004 – Formula 3 Euro Series – 3º  

2003 – Grande Prêmio de Macau de Fórmula 3 – 1º

 

ANDRÉ NEGRÃO (BRA)

Nascido em 17 de junho de 1992 em São Paulo (Brasil)

Categoria de piloto na FIA: Gold

Assim como seus célebres predecessores, André atravessou o Oceano Atlântico para construir sua experiência na Europa. Galgando as fórmulas de promoção dos dois lados do oceano, o brasileiro entrou para a categoria Endurance com a Signatech Alpine Matmut, na temporada de 2017. Ao se adaptar rapidamente aos novos protótipos, André surpreendeu e obteve seu primeiro pódio nas 24 Horas de Le Mans. Seus esforços lhe valeram o posto de titular do carro n° 36, em cujo volante contribuiu para as 2 vitórias da Alpine na célebre prova, durante a Supertemporada 2018-2019. André constituirá uma valiosa vantagem no desafio a ser enfrentado na categoria máxima.

Resumo da carreira

2020 – FIA WEC – LMP2 – 9º

2019 – FIA WEC – LMP2 – 1º  

2017 – FIA WEC – LMP2 – 5º

2016 – Indy Lights – 7º

2015 – GP2 Series – 20º  

2014 – GP2 Series – 21º

2013 – Formula Renault 3.5 Series – 10º

2012 – Formula Renault 3.5 Series – 15º

2012 – F3 Brasil Open – 2º

2011 – Formula Renault 3.5 Series – 20º

2010 – Formula Renault Eurocup – 13º

2010 – F3 Brasil Open – 2º

2009 – Formula Renault Itália – 15º

2008 – Formula Renault Portugal Winter Series – 3º 

Matthieu Vaxiviere (FRA)

Nascido em 3 de dezembro de 1994 em Limoges (França)

Categoria de piloto na FIA: Gold

Após se destacar em seu início de carreira no kart, Matthieu entrou para a categoria monoposto com a Fórmula 4. Em 2011, venceu o Campeonato da França de F4 e, depois, participou do Eurocup Fórmula Renault, em 2012 e 2013.

Em 2014, tornou-se um dos pilotos da equipe Lotus F1 Junior Team, ao mesmo tempo em que participava do Campeonato de Fórmula Renault 3.5, no qual terminou na segunda posição, em 2015. Em 2016, correu na Fórmula V8 3.5 e na Asian Le Mans Series. Participou pela primeira vez das 24 Horas de Le Mans em 2017, na categoria LMP2. Em 2018, conquistou 3 pódios no campeonato FIA WEC.

Em 2019, terminou as 24 Horas de Le Mans na terceira posição, tendo feito a melhor volta da corrida, com 3:27.611. Matthieu venceu novamente em 2020, com um segundo pódio consecutivo na categoria LMP2.

Resumo da carreira

2020 – 24H de Le Mans – LMP2 – 3º  

2019 – 24H de Le Mans – LMP2 – 3º

2019 – 12H de Sebring e Petit Le Mans – DPI – 2º

2018 – FIA WEC – LMP2 – 3 pódios

2017 – Asian Le Mans Series – GT3 – 1º  

2016 – Troféu Andros Elétrico – 1º  

2015 – Fórmula 3.5 – 2º

2014 – FIA WEC GTE – 3 pódios

2013 – Eurocup Fórmula Renault

2012 – Eurocup Fórmula Renault

2011 – Campeonato da França de F4 – 1º

Fonte: Renault Brasil

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo