fbpx
Esportes

Brasileirão: Corinthians, Goias e Fluminense vencem

Compartilhar

Com gols de Fábio Santos e Léo Natel, Timão faz 2 a 1 sobre o Vozão na Neo Química Arena.

Vira-vira corintiano na noite desta quarta-feira (3) em São Paulo. Após sair perdendo para o Ceará (gol de Fabinho), o Timão balançou as redes com Fábio Santos e Léo Natel para bater o Vozão por 2 a 1, em duelo válido pela 34ª rodada do Brasileirão Assaí. O resultado faz o Timão subir para a oitava posição da tabela, aparecendo agora com 48 pontos. Já o Ceará caiu para 12º, com 45 pontos somados até aqui.

Primeiro tempo com três gols e direito a virada em São Paulo. O Ceará saiu na frente logo aos 15 minutos. Mas o Timão virou em menos de sete minutos, e foi para o segundo tempo em vantagem.

O primeiro gol da partida aconteceu da seguinte forma: Vina cobrou escanteio, Fabinho subiu na primeira trave e desviou de cabeça e mandou para as redes.

Mas, cinco minutos depois, veio o empate do Timão. Após pênalti marcado para a equipe paulista, Fábio Santos bateu no meio do gol e deixou tudo igual. Na sequência, aos 27 minutos, Mosquito cruzou rasteiro para Léo Natel, que bateu de perna esquerda e fez o gol da virada corintiana. 

O duelo seguiu em aberto na etapa final. Em busca do empate, o Vozão quase conseguiu aos 25 minutos, quando Vina cobrou falta da esquerda, Kelvyn desviou e a bola sobrou para Fabinho, que concluiu mal e desperdiçou a oportunidade.

Mais tarde, nos minutos finais, Ramiro ainda teve duas chances de ampliar o placar. Só que o resultado na Arena terminou mesmo em 2 a 1. Foi o 13º triunfo do Timão na competição.

Na luta contra o Z-4, Esmeraldino faz 1 a 0 sobre o Galo no Hailé Pinheiro e toma fôlego na Série A

O Esmeraldino segue vivo na luta contra o rebaixamento na Série A. Em duelo na noite desta quarta-feira (3), válido pela 34ª rodada do Brasileirão, o Goiás recebeu o Atlético-MG no Hailé Pinheiro, soube conter a pressão do rival e, com gol de Índio, triunfou por 1 a 0 sobre os mineiros. 

O resultado faz o Esmeraldino permanecer na 18ª posição da tabela, com 32 pontos, a três do primeiro time fora da zona da degola. Já o Galo continua na terceira colocação, somando 60.

+Confira a tabela do Brasileirão!

O jogo

O Galo até teve mais posse de bola na etapa inicial, chegando a ficar 75% do tempo com ela. Mas quem saiu em vantagem no período foi o Esmeraldino.

Todavia a primeira boa oportunidade foi do Atlético-MG. Aos 11, Savarino recebeu cruzamento fechado na área e mandou para o fundo das redes. Mas a arbitragem assinalou impedimento do venezuelano.

O gol do Goiás aconteceu na marca dos 27 minutos. Após cobrança de lateral, Daniel de Pauli cruzou na área, Índio subiu entre os zagueiros e, de cabeça, mandou para o fundo das redes. 

Boa parte do segundo tempo foi de muita pressão do Galo, conseguindo ficar quase 80% do tempo com a bola. O empate quase veio aos dez minutos, quando Jair cabeceou na trave, e Alan Franco, no rebote, mandou no travessão do Goiás.

A blitz mineira durou até os últimos instantes da partida. Mas a defesa esmeraldina soube segurar a onda e ajudou o time a faturar a vitória.

Luiz Henrique fez o gol do terceiro triunfo consecutivo do Flu na competição. Equipe carioca fica a dois pontos do São Paulo, quarto colocado, que ainda joga na rodada

Fluminense deu mais um passo importante na busca por uma vaga na próxima edição da Libertadores. Na noite desta quarta-feira (3), a equipe carioca foi até a Arena Fonte Nova e venceu o Bahia por 1 a 0, pela 34ª rodada do Brasileirão Assaí. O triunfo consolida o Flu na quinta posição, com 56 pontos. Já o Esquadrão tem 36, aparece na 15ª colocação, mas pode voltar ao Z-4 ainda nesta rodada.

O jogo

O duelo tricolor começou com o Fluminense dando as cartas na Arena Fonte Nova. Logo aos quatro minutos, Nenê achou Luiz Henrique, que bateu com perigo rente à meta adversária. Na sequência, a equipe carioca chegou a balançar as redes em finalização de Fred, mas teve o gol anulado por impedimento. Os visitantes seguiram com mais posse de bola, mas com dificuldades para encontrar os espaços. 

Lucca, aos 26, teve boa oportunidade, mas mandou para fora. Dois minutos depois, o Bahia assustou pela primeira vez na partida em arremate de Ramírez, que parou em Marcos Felipe. Já aos 32, o Flu voltou ao ataque com a dupla Nenê e Luiz Henrique, só que dessa vez o camisa 34 não bobeou e acertou o alvo: 1 a 0. Minutos antes do intervalo, mais uma chance para cada lado: João Pedro arriscou para o time da casa, enquanto Egídio tentou para o Fluminense. 

No início do segundo tempo, o Flu quase chegou ao segundo com Nenê. Do outro lado, o Bahia equilibrou as ações e levou perigo em finalizações de Juninho Capixaba e Gilberto, mas ambos pararam nas mãos de Marcos Felipe. Aos 11, a equipe carioca assustou com Fred, que viu Anderson salvar os donos da casa. A partir daí, o jogo perdeu intensidade. Querendo o empate, o Bahia foi para o tudo ou nada nos minutos finais. Ernando, aos 43, e Gilberto, aos 47, tentaram de cabeça, mas Marcos Felipe salvou o Flu e garantiu a vitória.

Foto: Marcello Zambrano/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Translate »