News

Acre: Defesa Civil Estadual está pronta para atuar em caso de enchente, garante coordenador

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar e coordenador Estadual da Defesa Civil do Acre, coronel Carlos Batista, mobilizou na manhã desta terça-feira, 9, um contingente de 65 militares, barcos e caminhões, em um exercício de acionamento do Plano de Contingência, mecanismo usado em caso de enchentes ou outros sinistros. A ação faz parte do plano operacionalizado da Defesa Civil Estadual, responsável por coordenar a estratégia de remoção de famílias, isolamento de áreas e monitoramento do nível dos rios em caso de enchente.

Plano operacionalizado da Defesa Civil Estadual está pronto para ser executado, caso haja necessidade de remoção de famílias. Foto: Neto Lucena.

“Fizemos contato com todas as prefeituras onde há registro de aumento do volume das águas e informamos que o plano de contingência está pronto e pode ser acionado a qualquer momento. Aqui na capital, se necessário, vamos mobilizar toda a estrutura das secretarias e órgãos estaduais para atuarmos no caso de uma eventual enchente”, diz Batista.

Em Rio Branco, o volume de águas do rio Acre registrou 13,67 metros, acima da cota de alerta que é de 13,50 metros. Foto: Neto Lucena.

Em Rio Branco, o volume de águas do rio Acre registrou 13,67 metros, acima da cota de alerta, que é de 13,50 metros. A de transbordamento é de 14 metros. A grande preocupação, segundo Batista, é com o volume de chuvas. A meteorologia indica que o Acre continua na rota das chuvas, o que pode causar o transbordamento dos mananciais.

A grande preocupação, segundo Batista, é com o volume de chuvas. Foto reprodução/gráfico elaborado pelo Serviço Geológico do Brasil (CPMR) com informações da National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA)

Maior cidade do estado, a capital é a região que mais exige atenção da Defesa Civil, porque a região recebe o volume de água que vem do Alto Acre, onde o rio também apresenta sinais de enchente. Ainda de acordo com Batista, as equipes receberam orientações específicas de como atuar na remoção das eventuais famílias desabrigadas, obedecendo as normas sanitárias e o distanciamento social. A Prefeitura de Rio Branco iniciou a montagem de abrigos no Parque de Exposição, antecipando-se a uma possível cheia.

Monitoramento

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), realiza o monitoramento do nível dos rios e das previsões de chuvas para auxiliar na tomada de decisão dos órgãos de Defesa Civil, tanto municipais quanto estadual. Aqui no site da Agência de Notícias do Acre você pode acompanhar os relatórios hidrometeorológicos diariamente. Os relatórios são elaborados pela Sala de Situação do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma).

O governo do Estado, por meio da Sema, realiza o monitoramento do nível dos rios e das previsões de chuvas para auxiliar na tomada de decisão dos órgãos de Defesa Civil. Foto: Neto Lucena.

“Temos o apoio do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) na elaboração dos modelos hidrológicos de curto período (chuva/vazão) para acompanhamento da dinâmica das inundações”, explicou a diretora executiva da Sema e coordenadora do Cigma, Vera Reis Brown.

Clique na imagem e confira os relatórios. Foto reprodução.
Fonte: Governo do Acre

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo