Esportes

Brasileirão: Grêmio vence o Athletico e Santos empata com o Fluminense

Em Porto Alegre, Tricolor Gaúcho derrotou o Furacão por 1 a 0, com gol de Thaciano.

Pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão Assaí, o Grêmio conquistou uma importante vitória neste domingo (21). Em Porto Alegre, o Tricolor Gaúcho bateu o Athletico-PR por 1 a 0, com gol de Thaciano, e garantiu classificação para a próxima edição da Libertadores. Com 56 pontos, a equipe ocupa o sétimo lugar na tabela da Série A. O Furacão, com 50, aparece na nona posição.

+Confira a tabela completa da Série A 2020!

O jogo

Jogando fora de casa, o Athletico-PR foi melhor na primeira etapa diante do Grêmio, em Porto Alegre. O Furacão criou pelo menos três boas chances de abrir o marcador. Em uma delas, Christian deu bom passe para Léo Cittadini, que finalizou de primeira e Paulo Victor fazer a defesa. Nikão e Jadson também levaram perigo. Do lado do time gaúcho, que não foi muito criativo, as melhores jogadas foram com Pepê pelo lado esquerdo, mas que não terminaram de maneira positiva para os mandantes.

O Grêmio voltou do intervalo com algumas alterações no time e passou a ser mais ofensivo. Jean Pyerre quase abriu o placar aos oito minutos, mas foi parado em defesa de Santos. E, na marca dos 31, Thaciano garantiu a vitória gaúcha. Em sua primeira jogada na partida, Diego Churín arriscou da entrada da área, a bola desviou e sobrou para o meia, que ficou cara a cara com o goleiro paranaense e soltou uma bomba para fazer 1 a 0. Em vantagem, o Tricolor administrou o resultado positivo até o apito final e garantiu os três pontos na penúltima rodada da Série A de 2020.

No penúltimo jogo das equipes na Série A de 2020, Lucca marcou para o Flu, e Jean Mota balançou as redes para o Peixe: 1 a 1.

Neste domingo (21), Santos e Fluminense entraram em campo pela 37ª rodada do Brasileirão Assaí e empataram em 1 a 1. Na Vila Belmiro, a equipe carioca saiu na frente com gol de Lucca no primeiro tempo, e o Peixe deixou tudo igual com Jean Mota, já no final da etapa complementar.

Com o resultado, o Santos segue vivo para buscar uma vaga na Libertadores – tem 54 pontos e aparece no oitavo lugar na tabela de classificação da Série A. O Flu, com 61, ocupa a quinta posição e já está confirmado pelo menos na fase de grupos da competição continental.

Foto: Mailson Santana/Fluminense

O jogo

A partida na Vila Belmiro começou equilibrada, com os dois times ofensivo e criando boas jogadas para chegar ao gol adversário. Na marca dos 15 minutos, o Fluminense levou a melhor e abriu o placar. Luiz Henrique fez bom lançamento para Lucca, que finalizou de canhota e colocou os visitantes na frente: 1 a 0. Em desvantagem, o Peixe passou a acelerar o jogo, mas sem conseguir boas conclusões. A melhor chance só saiu aos 43, quando Sandry cobrou falta com perigo, mas por cima do gol. Antes disso, o Tricolor quase ampliou com Fred, parado em boa defesa de João Paulo.

O Santos voltou com algumas alterações para o segundo tempo e ficou mais vivo no ataque. Aos 16 minutos, Luan Peres quase empatou ao pegar rebote e finalizar por cima. Depois, no entanto, as chances voltaram a diminuir – Felipe Jonatan chutou cruzado para defesa de Marcos Felipe, e Luan Peres levou perigo de cabeça, mas mandou por cima. Já nos instantes finais, o Flu perdeu Nino, expulso por reclamação, e o Peixe aproveitou a vantagem numérica em campo para empatar a partida. Aos 41, Jean Mota apareceu livre na área e desviou para o fundo das redes: 1 a 1.

Foto: Fernando Alves/AGIF
Fonte: CBF

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associada para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo