Esportes

Alonso insiste que está na “melhor forma” antes do retorno á F1

Fernando Alonso está otimista com seu retorno à Fórmula 1 este ano com a Alpine, o bicampeão mundial insistindo que está “na melhor forma que já estive”, apesar de fraturar o maxilar em um acidente de bicicleta no mês passado.

O retorno do espanhol à F1 depois de dois anos afastado é uma das histórias mais esperadas da campanha de 2021, com Alonso se juntando a Esteban Ocon na equipe de Enstone, onde conquistou seus dois títulos em 2005 e 2006.

Alonso estava se esforçando muito em seu treinamento de inverno quando se envolveu em um acidente enquanto andava de bicicleta na Suíça em 11 de fevereiro e, posteriormente, passou por uma cirurgia de fratura na mandíbula antes de receber alta.

No dia do lançamento do Alpine 2021, ao qual Alonso não compareceu porque permaneceu na Suíça a trabalhar na sua recuperação e treino, o espanhol falou da sua força física e mental antes da sua recuperação.

Front-3Q-4K.jpg
O novo A521 – o carro que Alonso vai dirigir este ano

“Sinto-me ótimo e na melhor forma que alguma vez estive, tanto física como mentalmente,” disse Alonso. “Já faz um bom tempo que me preparo para esta volta e estou com uma nova motivação. Estou pronto!”.

Ele acrescentou: “Eu normalmente acho que cada piloto no grid leva três ou quatro corridas para otimizar tudo em um carro novo, talvez um pouco mais se você mudar de equipe ou se você for novo na F1″.

“Para estar 100% atualizado pode demorar pelo menos as primeiras duas corridas, mas é o mesmo para todos. Também tive um pequeno contratempo com um acidente de bicicleta há algumas semanas, mas felizmente a preparação e minha condição física não serão afetadas e estou pronto para correr”.

Alonso passou os dois anos longe da F1 competindo em outras séries do automobilismo, incluindo o Rally Dakar, o Campeonato Mundial de Endurance e o anterra na Indy 500 – e ele acredita que a experiência será fundamental.

“Tornei-me um piloto mais completo”, disse ele. “Você aprende constantemente quando se impõe a novos limites e quando está fora de sua zona de conforto. Sem dúvida, sou um motorista mais competente agora do que há dois anos”.

Ele acrescentou: “Quero melhorar ainda mais como piloto. Tirei muito aprendizado nos últimos dois anos longe do esporte e quero consolidá-lo e aplicá-lo na F1. Por exemplo, diferentes filosofias de corrida, técnicas de direção e abordagens para a ética de trabalho”.

“Em termos de resultados é tão difícil prever. No ano passado, o meio-campo estava muito próximo, então neste ano tudo pode acontecer”.

Fonte: Fórmula 1

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo