Religiosidade

O Melhor Que Podemos Dar

Nos dias de hoje é muito comum vermos muitas pessoas que passam por algum tipo de infortúnio, por menor que seja, ficar angustiada e entrar em enorme desespero. Infelizmente, é muito provável que eles não saibam que esses sentimentos são as piores transgressões que o ser humano pode cometer, pois trata-se de grandes ofensas à Misericórdia do Criador do mundo, D’us não permita.

A palavra hebraica Yehudi [judeu] significa “agradecer” sua raiz vem de hoda’a [obrigado]. Quando a Matriarca do povo judeu, Leah, deu à luz a seu quarto filho do sexo masculino, ela exclamou: “Agora eu agradecerei a H’shem, eu sabia que de Yaakov sairiam as 12 tribos. Pensei que cada uma de suas quatro esposas o faria por partes iguais e lhe dei três filhos… Porém, ele me deu um quarto menino, que é mais do que minha parte, é por isso que eu o chamo Yehuda”.

Daqui aprendemos que aquele que sempre é feliz e agradece sinceramente ao Criador do mundo, – aconteça o que acontecer – está sempre consciente de que tudo é para seu bem e tem total confiança no Criador. De fato, os grandes Sábios [principalmente os hassídicos], insistiam no dever de sermos sempre felizes! Esta é a única maneira de revelar um verdadeiro judeu e uma pessoa que ama ao Criador, isto é, agradecendo por tudo com alegria.

Quando isto é feito com alegria e sinceridade, ele está literalmente, seguindo a direção do bem, do sucesso e das bênçãos de H’shem.

Com base na Hassidut.

Fonte Blog Torah Com Você

Print Friendly, PDF & Email

Eliahu Hasky

Colunista para Israel em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais da região.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo