Religiosidade

No Final, Tudo Ficará Bem

Nossos Sábios nos dizem que desde que Adam [Adão] comeu do fruto proibido, H’shem tem agido para consertar este mundo e trazê-lo à sua perfeição suprema. O destino nada mais é do que o progresso em direção à perfeição humana.

Por fim, tudo sairá exatamente como D’us planejou e quis [isto não retira do homem o livre arbítrio]. Portanto, nem mesmo as ações dos iníquos afetam Seu desígnio. O projeto Divino é muito profundo e D’us é capaz de manipular tudo de acordo com o Seu plano final.

Com tudo, é absolutamente proibido violar qualquer lei da Torah. Muitas vezes falhamos em perceber o quão importante e poderosos realmente somos [isto é, nossas ações]. Ao violar uma lei da Torah, D’us não permita, causamos danos a todos os mundos superiores e provocamos muita destruição espiritual.

Todavia, a menos que uma pessoa se arrependa sinceramente, com todo seu coração, de suas ações passadas e mude seu comportamento errado, será necessário um tempo de acerto de contas para purificá-la da sujeira espiritual que criou.

Não obstante, o plano de H’shem para o mundo permanece intacto e terminará exatamente como Ele planejou. É absolutamente impossível para nós entendermos como isso é possível – porque, por um lado, Ele está no controle, enquanto, por outro, temos liberdade de escolha – No entanto, esse é um dos princípios fundamentais que ensinam nossos Sábios.

Portanto, nunca devemos desistir da esperança! H’shem espera pacientemente que demonstremos genuíno remorso e arrependimento. Então Ele guiará o mundo de uma maneira que nossos erros do passado serão transformados de alguma forma em retificação para o mundo.

O Rabino Nachman declarou certa vez: “Existe uma maneira de tudo se tornar para o melhor!”

Com base em Simaney Beheimah VeChayah 4, Chaya Rivka.

Fonte: Blog Torah Com Você

Print Friendly, PDF & Email

Eliahu Hasky

Colunista para Israel em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais da região.
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo