Religiosidade

Crescer espiritual

Assim que tentamos crescer espiritual, nosso novo nível nos coloca em conflito com o que era nosso nível anterior. É como se estivéssemos no telhado de uma casa sem ma’akeh, limite. É exatamente nesses momentos intensos de devekut [conexão com H’shem] que corremos o risco de cair.

O Talmud ensina no Tratado de Berachot que: “Aquele que tem Da’at – Consciência Divina -, é como se tivesse construído o Beit HaMikdash.” É por isso que guardar nosso Da’at é tão importante e imperativo para nossa conexão com o Todo-Poderoso. Esta é a necessidade do ma’akeh – evitar que alguém caia.

Nosso ma’akeh [limite] interior, é parte de nossa capacidade de reter a luz divina que acessamos à medida que crescemos [em nosso serviço em direção a H’shem]. Sem ele, não seríamos capazes de segurar a luz, garantindo nossa queda em Emunah [fé e conexão com o Todo-Poderoso].

Nosso Da’at é a verdade, mas quando caímos – nossa habilidade de discernir a verdade fica turva. É por isso que tanta ênfase foi colocada em evitar que a queda seja o telhado proverbial de nossas mentes.

A luz da sagrada Torah e seus preceitos maravilhosos são o nosso ma’akeh, se assim posso dizer, ou seja, o limite que impede nossa queda [D’us não permita].

Fique firme, aguente, este momento irá passar.

Aproveite esta oportunidade para crescer, isto é, alcançar altos níveis de emunah em H’shem.

Com base em Likutey Moharan 6, Likutey Halachot, D. Mark.

Fonte Blog Torah Com Você

Print Friendly, PDF & Email

Eliahu Hasky

Colunista para Israel em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais da região.
Botão Voltar ao topo