eAuto

Noruega bate recorde de veículos elétricos

-Atualização com dados de janeiro de 2021 |

-Em apenas uma década, as vendas apresentam um recorde global, de 42,4%.

A venda de carros elétricos na Noruega ultrapassou os movidos a gasolina, diesel e motores híbridos no ano passado, com a montadora alemã Volkswagen substituindo a Tesla como maior fabricante de veículos a bateria, mostraram novos dados.

Os chamados veículos elétricos a bateria (BEV) representaram 54,3% de todos os carros novos vendidos no país nórdico em 2020, um recorde global, ante 42,4% em 2019 e apenas 1% do mercado geral há uma década, o Federação Norueguesa de Estradas (OFV) disse.

Para um gráfico sobre as vendas de carros novos na Noruega:

Buscando se tornar a primeira nação a acabar com a venda de carros a gasolina e diesel até 2025, a Noruega, produtora de petróleo, isenta os veículos totalmente elétricos dos impostos cobrados sobre aqueles que dependem de combustíveis fósseis.

A política transformou o mercado automotivo do país em um laboratório para montadoras que buscam um caminho para um futuro sem motores de combustão interna, levando novas marcas e modelos ao topo das listas dos mais vendidos nos últimos anos.

Embora a venda de VEBs tenha quebrado a marca de 50% em meses individuais, 2020 foi a primeira vez que carros totalmente elétricos superaram o volume combinado de modelos contendo motores de combustão interna por um ano como um todo.

“Definitivamente, estamos no caminho certo para atingir a meta de 2025”, disse o presidente-executivo do OFV, Oeyvind Thorsen, em entrevista coletiva.

As vendas de BEV aceleraram nos últimos meses de 2020, atingindo seu nível mais alto para um único mês em dezembro, com uma participação de 66,7% do mercado de automóveis.

Para um gráfico sobre as vendas de carros novos na Noruega:

A marca Audi da Volkswagen liderou a classificação de 2020 com seu utilitário esportivo e-tron e veículos esportivos como os carros de passageiros novos mais vendidos na Noruega no ano passado, enquanto o Modelo 3 de tamanho médio da Tesla, o vencedor de 2019, foi rebaixado para o segundo lugar.

As vendas de veículos elétricos devem continuar a subir em 2021, disseram analistas da indústria e distribuidores de automóveis, à medida que mais modelos são trazidos ao mercado.

“Nossa previsão preliminar é de que os carros elétricos ultrapassem 65% do mercado em 2021”, disse Christina Bu, que dirige a Norwegian EV Association, um grupo de interesse. “Se conseguirmos isso, a meta de vender apenas carros com emissão zero em 2025 estará ao nosso alcance.”

O veículo utilitário esportivo de médio porte da Tesla, o Modelo Y, ja estão presentes no mercado norueguês de 2021, assim como os primeiros SUVs elétricos da Ford, BMW e Volkswagen.

Em contraste, os carros com motores a diesel caíram de um pico de 75,7% do mercado norueguês geral em 2011 para apenas 8,6% no ano passado.

As vendas de carros novos no país no ano passado foram de 141.412, dos quais 76.789 totalmente elétricos.

Embora a participação no mercado elétrico continue crescendo, há incerteza sobre quantos fabricantes de carros alocarão para a Noruega, já que a demanda europeia está aumentando, disse Harald Frigstad, presidente-executivo da importadora norueguesa Bertel O. Steen.

O vendedor do Mercedes-Benz da Daimler, bem como das marcas Kia, Peugeot, Opel, Citroen, DS e Smart, prevê que cerca de 70% de suas vendas seriam de modelos totalmente elétricos em 2021.

Fonte: Com Fórum econômico Mundial: Escrito por Victoria Klesty, correspondente sênior, Reuters. As opiniões expressas neste artigo são exclusivamente dos autores e não do Fórum Econômico Mundial. Atualização com dados de janeiro de 2021- Paulo Fernando de barros.


Ver Também:

Nova fabrica de baterias elétricas para veículos proporcionará 2.000 novos postos de trabalho

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Fernando De Barros

Colunista e editor para a Noruega em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo