Tecnologia

Habitat Marte: uma estação de pesquisa sobre o planeta vermelho no sertão

Professor do Departamento de Engenharia da Produção da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Júlio Rezende teve a iniciativa de criar a estação espacial Habitat Marte bem no meio da caatinga nordestina, na zona rural da cidade de Caiçara do Rio do Vento (RN). O trabalho é resultado da investigação desenvolvida durante seu pós-doutorado, financiado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Com a simulação o cientista pretende fazer com que local seja um núcleo de pesquisas  que possam ser utilizadas no planeta vermelho, no futuro.

Inspirada na estação espacial norte-americana Mars Desert Research Station (MDRS), coordenada pela Mars Society, a Habitat Marte possui todas as instalações necessárias para ser ocupada durante um tempo. Nela podem ser simulados estudos em laboratório sobre o solo, o clima e a atmosfera marciana. O local também está preparado para receber simulações de expedições ao planeta, utilizando-se trajes espaciais feitos especialmente para os cientistas.

A primeira missão no Habitat Marte ocorreu em dezembro de 2017. Hoje, a estação registra 65 missões completas realizadas. As visitas, programadas para durar 10 dias, foram feitas por estudantes de graduação ou pós-graduação brasileiros, mas também houve a participação de pesquisadores internacionais. Em 2020, o trabalho no Habitat Marte teve que ser adaptado para o ambiente virtual, em função  das medidas sanitárias exigidas pela pandemia. Apesar da dificuldade, desde março de 2020, 32 missões, com 213 participantes de 29 países diferentes, foram feitas on-line.

“O desafio do Habitat Marte é funcionar de modo autossustentável, produzindo o próprio alimento em estufa com o apoio da aquaponia, propiciando o abastecimento e reuso de água de forma contínua e gerando a própria energia sustentável”, explica o pesquisador. “Aprender sobre o  cultivo de vegetais em Marte permitirá a produção de alimentos, o que proporcionará maior sustentabilidade para a presença humana em um assentamento no planeta vermelho, trazendo maior segurança para a exploração espacial”, conclui Rezende. 

Uma das pesquisas desenvolvidas no Habitat Marte está sendo realizada no solo do vulcão extinto Pico do Cabugi, localizado em Angicos (RN). Ali, pesquisadores do projeto identificaram características similares às encontradas no solo marciano. O cultivo de plantas no local já foi iniciado em janeiro deste ano e pode revelar descobertas importantes.

Um dos aspectos mais significativos da estação espacial brasileira, segundo Julio Rezende, é o fato de que o Habitat Marte está disponível para ser utilizado por cientistas, pesquisadores, professores ou estudantes de qualquer área do conhecimento, já que o desafio humano, durante o futuro processo de colonização do planeta vermelho, exigirá o domínio de informações em todas as áreas do conhecimento.

Legenda das imagens:
Imagem 1: Habitat Marte, na Caatinga do RN, possibilita expedições para estudo do solo, clima e atmosfera (Foto: Arquivo pessoal)
Imagem 2: Julio Rezende, professor da UFRN, criador do Habitat Marte (Foto: Arquivo pessoal)

A CAPES é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES.

Leia também: Conheça como funciona o trabalho de uma OSCIP que resgata animais em situação de risco e abandono.

Você também pode querer saber: Como estabelecer metas de estudos.

Fonte: gov.br/capes

SEU APOIO É IMPORTANTE!
Sua assinatura não somente ajudará no fornecerá notícias precisas, mas também contribuirá para o crescimento do bom jornalismo que ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras.

Obrigado pelo apoio!

Tornando-se assinante Prêmio!

Através do link abaixo você obtém 25% de desconto, também contribuirá com ações voltadas a proteção de animais em situações de abandono, e vítimas de maus tratos. Acesse o link ou escaneie o QRcode o abaixo e obtenha o desconto promocional e contribua com a causa animal!

LINK ASSINATURA ANUAL PAGAMENTO ÚNICO

Print Friendly, PDF & Email

Joice Maria Ferreira

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre as atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo