News

Paraná: Índices de furtos, roubos e violência doméstica caem durante a pandemia

O estudo compara o período de março de 2020 a março de 2021 com o mesmo período de 2019/2020. A maior redução foi a de roubos. Também houve queda nos acidentes de trânsito.

Uma análise da Polícia Militar do Paraná sobre a incidência de crimes durante a pandemia aponta que houve redução dos casos de furtos, roubos e de violência doméstica em todo o Estado. O estudo compara o período de março de 2020 a março de 2021 com o mesmo período de 2019/2020.

A maior redução foi a de roubos. No período anterior da pandemia foram 48.328 casos e, durante a pandemia, 29.107, o que reflete em uma queda de 39,7%. Em relação aos furtos, foram 26.154 casos a menos nos últimos 12 meses. A diferença entre 132.318 ocorrências em 2020/2021 e 158.472 em 2019/2020 foi de 16,5%.

A análise sobre crimes de violência doméstica também aponta redução, apesar de aumentos sazonais em alguns períodos. Nos últimos 12 meses da pandemia foram registrados 63.624 casos, 3.084 a menos do que no ano anterior, com 66.708. A redução foi de 4,6%.

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Hudson Leôncio Teixeira, destacou que as reduções se devem a fatores como isolamento social e policiamento ostensivo reforçado. “As equipes policiais ficaram mais próximas da sociedade e dos estabelecimentos comerciais, o que resultou, de forma indireta, na redução de outros crimes”, disse.

TRÂNSITO – A Polícia Militar também analisou o trânsito urbano e rodoviário. Os números apontam queda de 21,8% no número de acidentes atendidos no local, de 96.194 para 75.192, o que representa uma redução de 21.002 casos.

Durante a pandemia, houve, ainda, o decréscimo de 23,6% nos acidentes com vítimas (de 29.929 para 22.836) e de 20,9% nos casos sem vítimas (de 66.265 para 52.356).

O número de óbitos no trânsito aumentou 13,9% (de 786 foi para 895), mas todas as outras situações registraram queda. O número de óbitos posteriores aos acidentes decorrentes deles reduziu 19,7% (de 264 para 212) e o número de pessoas feridas diminuiu 24,7% (de 36.387 para 27.386).

As medidas restritivas de circulação, o toque de recolher durante a madrugada e a proibição de venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos foram determinantes para esses números. As reduções também ajudaram a aliviar a lotação dos hospitais para traumas, o que ajudou as equipes de saúde a focar no atendimento de pacientes acometidos pela Covid-19.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo