Esportes

Após Di Grassi abandonar, francês Jean-Éric Vergne vence na Fórmula E

Brasileiro chega a liderar, mas deixa prova por problemas mecânicos.

Foi por pouco, mas ainda não foi neste sábado (10) em Roma (Itália) que a sétima temporada da Fórmula E teve uma vitória brasileira. O paulista Lucas Di Grassi, da equipe Audi Sport, deixou a prova quando estava na liderança, a apenas cinco voltas do fim, devido a um problema mecânico no sistema de transmissão. A vitória acabou ficando com o francês Jean-Éric Vergne, da DS Techeetah. Esta foi a primeira das duas provas a serem realizadas na capital italiana neste fim de semana. A segunda acontece no próximo domingo (11), a partir das 8h (horário de Brasília).

“A vitória escorreu por entre os dedos. Mas o automobilismo é assim. Precisamos manter a cabeça erguida, trabalhar ainda mais, que ainda vamos trazer essa vitória para o Brasil”, declarou o campeão da temporada 2017 da categoria.

Antes de abandonar a corrida, Lucas Di Grassi, que largou da quarta posição, assumiu a ponta em três diferentes ocasiões. Na última delas, ultrapassou o então líder Vergne, que acabou herdando a primeira posição com a saída do brasileiro. O francês foi acompanhado no pódio pelo britânico Sam Bird, em segundo, e pelo australiano Mitch Evans, em terceiro, ambos pilotos da Jaguar Racing. Bird é o líder da temporada após três provas, com 43 pontos, seguido pelos holandeses Robin Frijns (Envision Virgin Racing), com 34, e Nyck de Vries (Mercedes-EQ), com 32.

Foto: Audi MotorSport
Fonte: Agência Brasil

Assine Prêmio: 
Contar hoje com uma mídia isenta, ética e informativa é a busca de todo leitor. Nosso Jornal e Revista oferecem informações gerais que podem ser lidas por toda a família, em uma abordagem que prima pela ética e respeito. Torne-se um assinante Prêmio e obtenha 25% de desconto aplicando o código (WELIMA).

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo