Esportes

Alonso deve ajudar Alpine a se tornar uma equipe de ponta, diz o CEO da Renault

O bicampeão Fernando Alonso carrega um grande peso sobre os ombros nesta temporada, já que a Alpine conta com sua experiência para mudar a sorte da equipe, de acordo com o CEO da Renault, Luca de Meo.

Em uma entrevista ao Top Gear, de Meo falou abertamente sobre os objetivos de longo prazo da Alpine na Fórmula 1 depois que a equipe mudou a marca da Renault nesta temporada. Ele disse que a Alpine está na F1 “para a eternidade” – com Alonso deve ter um papel central no desenvolvimento da equipe, já que o espanhol retorna ao esporte para pilotar ao lado de Esteban Ocon.

“A Renault é a casa do Fernando, mas quero que ele use sua experiência para nos ajudar a crescer”, disse de Meo. “Ele tem um papel diferente daquele de 15 anos atrás. Ele é o padrinho de todos. A única coisa que estou pedindo a ele é que nos ajude a nos tornarmos uma equipe de ponta, porque é uma questão de atitude e mentalidade. E ele tem”.

“Nosso foco é dar a ele um carro onde ele possa se divertir. E então você nunca sabe o que acontece em um Grande Prêmio, certo? Talvez precisemos de um pouco de sorte, mas faremos tudo o que estiver ao nosso alcance por ele e pelo Esteban”, disse.

Embora a Alpine possa não ser capaz de competir no topo em 2021, considerado um ano de transição quando um conjunto de regras abrangente entrar em jogo em 22, de Meo disse que o limite de custo introduzido para esta temporada deve ajudar a equipe a atingir seus objetivos.

“O limite do orçamento ajudou”, disse ele. “Os times de ponta estavam gastando duas ou três vezes o que podíamos. Isso ajudará a competição a ficar mais forte e isso é bom para o show”.

“Claro que não queremos ser perdedores, mas se está cada vez mais competitivo está bom, haverá lutas em todo o campo. Assim é como deve ser”.

A primeira corrida da Alpine no Bahrein terminou sem pontos, já que uma falha no freio reduziu o que poderia ter sido um retorno com pontuação para Alonso. Em Imola, onde Alonso enfrentou Michael Schumacher pela famosa vitória em 2005, o time Enstone/Viry quer subir e correr.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo