Esportes

Matheus Gonche e Gabriel Santos garantem vaga em Tóquio no último dia de seletiva olímpica da natação

Bruno Fratus confirma presença nos 50m livre com o tempo que havia registrado duas semanas atrás. Evento no Rio de Janeiro classificou 18 nomes para o megaevento.

Bruno obteve a marca de 21s80 no TYR Pro Swim Series, realizado no dia 10 de abril, em Mission Viejo, nos Estados Unidos. Como nenhum nadador superou a marca de Fratus no sábado, ele está oficialmente convocado para sua terceira participação em Jogos Olímpicos.

“É muito mais difícil ver de longe do que estar na piscina, onde você pode controlar as coisas. Desde que fiz a minha seletiva, na Califórnia, estava confiante, mas não confortável. Foram duas semanas controlando a ansiedade, mas deu certo”

Bruno Fratus

“É muito mais difícil ver de longe do que estar na piscina, onde você pode controlar as coisas. Desde que fiz a minha seletiva, na Califórnia, estava confiante, mas não confortável. Foram duas semanas controlando a ansiedade, mas deu certo. Já voltei a treinar e agora é focar no Japão”, disse Fratus.

Gabriel Santos também está confirmado em Tóquio. O atleta do Pinheiros aproveitou a oportunidade e nadou a tomada de tempo dos 100m livre para 48s49 e garantiu vaga para a prova individual nos Jogos Olímpicos.

Estreia

Uma das gratas surpresas da noite veio com Matheus Gonche. O atleta do Sesi-SP, que não era tido como favorito para a disputa, conquistou o índice olímpico com 51s94 nos 100m borboleta. Esta será a primeira participação de Gonche em Jogos Olímpicos.

“Fiquei cinco meses sem contato com a piscina no ano passado. Depois, conseguimos voltar e o trabalho encaixou bem. Durante a semana, fui sentindo que estava bem e sabia que se minha passagem fosse boa, a volta daria o índice. Estou feliz e quero agradecer a todos que participaram desta conquista”, disse Matheus Gonche.

Duas tomadas de tempo serão realizadas neste domingo. A primeira, às 9h30, será a do revezamento 4 x 100m livre feminino e, às 11h, é a vez do revezamento 4 x 100m medley misto. Os dois buscam vagas em Tóquio via repescagem da FINA.

A lista brasileira pode mudar no dia 12 de junho. Os atletas que entraram com pedido de salvo-conduto por conta de infecção com o vírus da COVID-19 terão a oportunidade de nadar e integrar a seleção brasileira que vai a Tóquio.

CLASSIFICADOS

Guilherme Costa – 400m, 800m livre e 1500m livre

Felipe Lima – 100m peito e revezamento 4x100m medley

Fernando Scheffer – 200m livre e revezamento 4x200m livre

Breno Correia – 200m livre e revezamentos 4x100m e 4x200m livre

Murilo Sartori – Revezamento 4x200m livre

Luiz Altamir – Revezamento 4x200m livre

Guilherme Basseto – 100m costas e revezamento 4x100m medley

Guilherme Guido – 100m costas

Leonardo de Deus – 200m borboleta

Pedro Spajari – 100m livre

Gabriel Santos – 100m livre

Marcelo Chierighini – Revezamento 4x100m livre

Beatriz Dizotti – 1.500m livre

Betina Lorscheitter – 1.500m livre

Caio Pumputis – 200m medley

Vinicius Lanza – 200m medley

Matheus Gonche – 100m borboleta

Bruno Fratus – 50m livre

Fonte: Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo