Esportes

Vettel diz que a Aston Martin “simplesmente não teve ritmo” em Portimão

Compartilhar

Quando Sebastian Vettel terminou uma sequência de 15 corridas sem uma aparição no Q3 em Portimão, parecia que o tetracampeão havia feito um avanço de desempenho no Aston Martin AMR21. Mas depois de lutar no Grande Prêmio de Portugal antes de voltar para casa em P13, Vettel disse que ainda há muito trabalho pela frente tanto dele quanto da equipe nesta temporada.

Não tendo conseguido sair do Q1 no Bahrein e Q2 em Imola, Vettel fez todo o caminho até o Q3 em Portimão, sua primeira aparição no segmento final da qualificação desde o Grande Prêmio da Inglaterra em agosto, quando dirigia para Ferrari.

Mas depois de eventualmente se qualificar para o P10, a corrida de Vettel foi um trabalho árduo, já que ele e o companheiro de equipe Lance Stroll, na 17ª posição, lutaram pelo ritmo de corrida – Aston trocou brevemente os pilotos para ver se isso faria diferença antes de colocá-los de volta. com Vettel voltando para casa em 13º e Stroll em 14º, Vettel tendo sido ultrapassado pelo Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi a 11 voltas do final.

“[Foi] uma corrida bastante ocupada e difícil, com uma longa temporada com pneus médios,” disse Vettel depois. “Acho que depois de 10 voltas foi difícil realmente manter-se perto do grupo da frente [com Lando Norris da McLaren, as duas Ferraris de Carlos Sainz e Charles Leclerc, Esteban Ocon da Alpine e Pierre Gasly da AlphaTauri] e simplesmente não podíamos ficar com eles e acabou perdendo. Parece que, no geral, não tivemos ritmo suficiente hoje para marcar pontos”.

1315880962
Vettel disse que não conseguia segurar o grupo na frente dele

“Acho que entendemos o carro cada vez melhor, mas falta um pouco de velocidade, então precisamos trabalhar nisso”, acrescentou. “Não acho que poderíamos ter feito algo diferente com a estratégia, mas no geral, não tivemos ritmo ou consistência suficiente para manter o grupo lutando por pontos”.

No entanto, houve uma fresta de esperança para Vettel, que disputará o Grande Prêmio da Espanha no próximo fim de semana ostentando as atualizações usadas pelo companheiro de equipe Stroll em Portugal, incluindo ajustes no piso – com o vencedor do Grande Prêmio da Espanha de 2011, Vettel, esperando que isso o ajude em o Circuito de Barcelona-Catalunya, com o alemão ainda sem pontuar como piloto da Aston Martin.

“Do lado positivo, terei algumas peças novas em meu carro na próxima semana, o que consideramos um passo na direção certa”, disse Vettel. “Mas a verdadeira prioridade é ter um sábado limpo, que é a chave para um domingo melhor”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo