News

Polícia Civil do Acre recomenda que usuários fiquem atentos ao golpe do falso empréstimo

A Polícia Civil do Acre recomenda que a população adote cuidados para prevenir uma nova modalidade de golpe que vem sendo aplicada por estelionatários, vitimando pessoas em vários municípios acreanos.

Para se precaver desse tipo de crime, é necessário que os cidadãos observem importantes medidas de prevenção. Foto: cedida

Como na maioria dos casos que envolvem golpes praticados por meio da internet, o estelionatário precisa conhecer, minimamente, o comportamento da possível vítima no meio virtual.

O crime ocorre da seguinte forma: o cidadão quer contratar um empréstimo e faz um cadastro em site pesquisado no Google. Ao entrar num site falso criado por golpistas, preenche um formulário com os seus dados pessoais.

Ao se pesquisar o número da agência no Google, na maioria dos casos será constatado que a conta bancária é de outro estado. Foto: cedida

De posse dos dados da pessoa, o estelionatário faz contato por meio de mensagem do WhatsApp e solicita que deposite determinada quantia para poder creditar o valor do empréstimo na conta, para aumentar o escore ou para pagar determinada taxa ao banco. A vítima então deposita, transfere, faz um Pix ou paga boleto bancário no valor solicitado.

Para se precaver desse tipo de crime, é necessário que os cidadãos observem importantes medidas de prevenção, elaboradas por delegados de polícia que lidam com esse tipo de golpe no cotidiano.

Primeiramente, deve ficar claro para os consumidores que não há qualquer tipo de taxa a ser paga previamente ao banco ou financiadora para a contratação de empréstimo. As taxas são inseridas no próprio contrato ou debitadas do valor a ser depositado na conta da pessoa que está contratando o empréstimo.

Ao se pesquisar o número da agência no Google, na maioria dos casos será constatado que a conta bancária é de outro estado, e provavelmente em nome de pessoa física. Diante disso, não se deve fazer a transação bancária.

A cautela por parte de quem faz negócios pela internet ou telefone é importante para afastar a possibilidade de ser vitimado por golpes. Recomenda-se também evitar empresas desconhecidas. Na dúvida sobre a veracidade de uma empresa, é possível verificar com o Banco Central se a suposta financeira é credenciada ou não.

Procure uma delegacia de Polícia Civil, apresente os prints do diálogo, o comprovante de pagamento, e ainda a URL (link) e demais dados que apareciam no site falso, e registre um Boletim de Ocorrência. Foto: cedida

Especialistas recomendam que os cidadãos jamais forneçam dados como nome completo e CPF quando não estiverem seguros da veracidade da transação ou com quem estão conversando. Esses dados são valiosos para os golpistas, que podem fazer usos deles para cometer uma infinidade de crimes.

Quem for vítima de golpes desse tipo deve registrar ocorrência na delegacia mais próxima. A polícia costuma usar essas informações para rastrear as quadrilhas.

É importante frisar que cair no golpe do empréstimo não é um privilégio de pessoas desavisadas, com pouca instrução ou ingênuas. A vontade de fazer um bom negócio, aliado às dificuldades financeiras, torna muita gente um alvo para os estelionatários.

O que fazer se for vitimado?

1) Faça contato imediato com o seu banco para tentar bloquear o valor enviado (caso não tenha sido depósito);

2) Anote a URL (link) do site onde fez o cadastro, eventual endereço (físico) e demais dados que apareçam no site;

3) Anote o número do telefone e tire print do diálogo mantido com o estelionatário, normalmente realizado via WhatsApp, ou outro aplicativo de mensagens, como o Telegram;

4) Anote o dia, hora e local em que estava quando conversou com o estelionatário;

5) Procure uma delegacia de Polícia Civil, apresente os prints do diálogo, o comprovante de transferência, Pix, depósito ou do pagamento de boleto, e ainda a URL (link) e demais dados que apareciam no site falso, e registre um Boletim de Ocorrência.

Fonte: Agência Acre


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo