Esportes

Herta, O’Ward, VeeKay podem derrubar um dos recordes mais antigos da Indy

O piloto da NTT INDYCAR SERIES, Pato O’Ward, comemorou seu 22º aniversário na quinta-feira, o que significa que ele continua elegível para ganhar um lugar único na história do Indianápolis Motor Speedway.

O’Ward será um dos três pilotos competindo no próximo Indianápolis 500 com a chance de quebrar o recorde de 69 anos de ser o mais jovem vencedor na história das “500”.

Troy Ruttman tinha 22 anos e 80 dias quando venceu a corrida de 1952. Em uma espécie de ironia, sua conquista é um dos marcos mais antigos de pilotos já registrados. Entre as outras: A posição inicial mais baixa para um vencedor – 28º – foi alcançada pela última vez por Louis Meyer em 1936, e o recorde de maior margem de vitória – 13 minutos e 8,4 segundos por Jules Goux em 1913 – certamente permanecerá para sempre.

Colton Herta (21 anos, 61 dias) e Rinus VeeKay (20 anos, 261 dias) são os outros pilotos no campo deste ano com uma chance de eclipsar a marca de Ruttman. Na verdade, os dois pilotos também serão elegíveis no próximo ano.

Herta, que dirige o nº 26 Gainbridge Honda da Andretti Autosport, pode ter quatro chances notáveis de se tornar o mais jovem vencedor das “500”. Ele terminou em 33º na corrida de 2019 e foi oitavo no ano passado. Herta já detém um pedaço da história da INDYCAR, tornando-se o seu mais jovem vencedor de corridas (18 anos, 11 meses, 25 dias) com a vitória em 2019 no Circuito das Américas.

VeeKay, o piloto do Nº 21 da Ed Carpenter Racing SONAX/Autogeek Chevrolet, qualificou-se na quarta posição no ano passado e terminou em 20º. Esta será sua segunda de potencialmente três chances no recorde.

O’Ward, que venceu sua primeira corrida da série no último domingo no Texas Motor Speedway, terá uma terceira e última oportunidade. Depois de não conseguir uma posição inicial em 2019, ele ganhou o prêmio de Estreante do Ano no ano passado, depois de terminar em sexto pela Arrow McLaren SP Chevrolet.

Santino Ferrucci, que se juntou à Honda nº 45 da Rahal Letterman Lanigan Racing para esta corrida, ainda terá 22 anos quando a bandeira verde cair para a corrida de 30 de maio. Mas seu 23º aniversário é no dia seguinte, o que significa que sua chance na marca já passou após dois esforços valentes (terminando em sétimo em 2019, quarto em 2020).

No outro extremo do espectro de idade, o status de Al Unser como o vencedor mais velho das 500 milhas de Indianápolis – 47 anos, 360 dias – permanecerá pelo menos por mais alguns anos. Tony Kanaan e Helio Castroneves farão 46 anos na corrida deste ano, mas nenhum deles terá ultrapassado a idade de vitória de Unser até a corrida de 2023.

Fonte: NTT IndyCar


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo