News

1050 mísseis são lançados desde Gaza contra território Israelense e IDF retalia

-Vários foguetes atingiram prédios e carros em Israel, matando 5 israelenses, IDF retalia em Gaza.

Vídeo: As IDF alvejaram com sucesso um edifício de vários níveis usado pela organização terrorista Hamas na Faixa de Gaza, 12 de maio de 2021. (Crédito: Unidade do porta-voz da IDF)

Militares israelenses realizaram ondas de ataques aéreos durante a noite de quarta-feira, visando líderes do Hamas e destruindo suas casas depois que vários cidadãos israelenses foram mortos em barragens de foguetes em direção ao centro do país. 1050 foguetes cruzaram o território israelense após serem lançados de Gaza, outros 200 caíram dentro do enclave costeiro administrado pelo Hamas. Vários foguetes atingiram prédios e carros em Israel, matando cinco israelenses.

Dois dos mortos eram Khalil Awad, 52, e sua filha Nadin, 16, residentes árabes israelenses de uma cidade perto de Lod, que morreram depois que um foguete atingiu um carro em Lod na manhã de quarta-feira.

O foguete atingiu Lod quando a cidade mista árabe-judia foi abalada por violentos tumultos durante a noite  e elevou o número de mortos em Israel para cinco  desde o início dos combates na segunda-feira. Duas mulheres foram mortas em Ashkelon na tarde de terça-feira e, à noite, outra mulher foi morta por um foguete que atingiu Rishon Lezion. Em Bareket, na região de Shfela, dois homens na casa dos 50 e 60 anos foram levemente feridos por estilhaços de vidro como resultado de um foguete que pousou em uma casa, informou a mídia israelense. O porta-voz da IDF, general-de-brigada. Hidai Zilberman disse que as barragens em direção ao centro ocorreram depois que a Força Aérea Israelense alvejou líderes do Hamas e da Jihad Islâmica Palestina, matando-os. Mais foguetes atingiram Israel de terça à noite até quarta-feira de manhã, com sirenes soando em todo o centro do país e particularmente no sul, incluindo Tel Aviv e Beersheba.

Em um dos ataques, as IDF disseram ter matado dois líderes do Hamas que eram agentes-chave da inteligência militar do Hamas em uma operação combinada com o serviço de segurança Shin Bet. Os dois homens foram identificados como Hassan Kaugi, chefe do departamento de segurança da inteligência militar do Hamas e seu vice, Wail Issa, irmão de Marwan Issa, que é vice-comandante do braço militar do Hamas. Os dois estavam em um prédio alto de mais de 10 andares. O Hamas havia avisado que se Israel visasse prédios altos, eles atirariam em Tel Aviv, uma ameaça que cumpriram. De acordo com a agência de notícias palestina Wafa, os residentes do prédio foram avisados ​​pelos militares israelenses para evacuar antes que ele fosse atingido. As IDF mataram anteriormente três outros altos funcionários do Hamas, Bassam Issa, o comandante da Brigada de Gaza, Rafa Salama, o comandante da Brigada Khan Younis e Mohammed Yazouri, chefe da inteligência do Hamas. Os militares israelenses também destruíram as casas de três líderes do Hamas, Bassem Issa, o chefe do distrito da Cidade de Gaza, Rafa’a Salameh, o chefe do distrito de Khan Younis, e Mohammad Yazouri, o chefe da inteligência militar do Hamas.As casas foram destruídas, disse Zilberman, “então, quando eles voltarem de seu bunker subterrâneo, verão que não têm mais casa”.

Fonte: IDF – Israel Gov


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Paulo Fernando De Barros

Colunista e editor para a Noruega em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo