Esportes

Bottas avisa que Mercedes precisa aprender com o “grande erro” no pit stop

Compartilhar

Valtteri Bottas disse que a Mercedes precisa aprender com o desastre do pit stop que lhe roubou um pódio – e possivelmente uma chance de vitória – no Grande Prêmio de Mônaco.

Bottas se classificou em terceiro em Mônaco, mas foi promovido a P2, já que a Ferrari do pole-sitter Charles Leclerc não conseguiu chegar ao grid. O finlandês teve um início rápido, mas de fato o pole-sitter Max Verstappen defendeu sua liderança veementemente na Curva 1 e Bottas teve que se contentar com uma perseguição.

Mas na fase crucial do pit stop, a corrida de Bottas de repente se desfez quando ele parou na volta 31 apenas para descobrir que seus mecânicos não conseguiam trocar o pneu dianteiro direito. A Mercedes explicou logo em seguida que a porca da roda havia “usinada no eixo” evitando que fosse removida e forçando o Bottas a abandonar.

“Não pude acreditar no que aconteceu e ainda me sinto estranho que os outros estão correndo lá e eu estou aqui”, disse ele, sendo entrevistado enquanto a corrida continuava. “Mas você sabe, aconteceu e é um grande erro da nossa parte como uma equipe com a qual precisamos aprender”.

“Quer se trate de erro humano ou problema técnico, não importa; precisamos encontrar o problema e, se for um erro humano, precisamos apoiar a pessoa que o fez. Precisamos aprender com isso. Essa é a principal coisa em minha mente e ao mesmo tempo, sim, super decepcionado”.

Do banco do piloto, acrescentou Bottas, o pit stop pareceu uma eternidade. Ele descreveu como estava contando os lugares que estava perdendo e disse que nunca experimentou um pit stop no final da corrida na F1.

“Parecia uma eternidade”, continuou Bottas. “Eu estava contando e [pensei] ‘sim, talvez agora tenhamos perdido uma vaga para Sainz e provavelmente para Norris’. E então estava ficando tão longo que eu sabia que ia ser difícil”.

“Acho que nunca tive um lugar onde a corrida acabou por causa disso. Portanto, um grande aprendizado precisa acontecer a partir de hoje”, acrescentou.

1319617641
A Mercedes está um ponto atrás da Red Bull na classificação de construtores; Hamilton está quatro pontos atrás de Verstappen

Dado o quão difícil é ultrapassar em Mônaco, Bottas foi questionado sobre o que ele esperava tirar do primeiro Grande Prêmio do Principado desde 2019, no qual Verstappen acabou vencendo e seu companheiro de equipe Lewis Hamilton ficou em sétimo lugar.

“O início foi bom. Max, ele defendeu e eu tive que levantar. O ritmo estava bom, mas os pneus da Red Bull duraram um pouco melhor hoje, os pneus macios, então ele diminuiu a diferença no final da temporada m”, disse ele.

“Tenho a certeza que com os [pneus] duros teria estado bem, mas obviamente teria sido difícil lutar pela vitória. Claro que teríamos tentado, mas pelo menos podíamos ter saído de hoje com um bom pódio”, concluiu.

Depois de um Grande Prêmio de montanha-russa em Mônaco, a Mercedes agora está em segundo lugar em ambas as lutas pelo título – tendo perdido a liderança nos Campeonatos de Pilotos e Construtores – com o sempre cheio de ação Grande Prêmio do Azerbaijão em seguida.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo