News

Pará: Com apoio da Seel, nove atletas de dança esportiva em cadeira de rodas irão competir na Itália

World Para Dance Sport Championship 2021 será em junho, em Gênova.

Gênova, na Itália, será a sede do World Para Dance Sport Championship 2021, competição que reunirá atletas de dança esportiva em cadeira de rodas, no período de 4 a 6 de junho. Do Pará, nove competidores da modalidade se preparam para disputar cinco categorias no campeonato que serve de acesso à Copa do Mundo, no segundo semestre, com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

A delegação é formada por Alexia Lohany Souza Pereira, Elielson almeida da Silva, David Pimentel Pontes, Tayane Lopes Santana, Thays Oliveira Reis, Aliny Santa Rosa da Silva, Cleyton dos Santos Bentes, Jennifer Caroline Santiago Soares e Lucivaldo Adriano da Silva Trindade, além de Ricardo Reis (técnico) e Thays Reis (team leader), também apoiados pela Seel. O grupo conta ainda com a participação de Thais Abuchacra.

As categorias a serem disputadas são: Single Convencional (individual), Combi latino, (andante e usuário de cadeira de rodas), Duo freestyle (dois usuários de cadeira de rodas), Single freestyle (individual) e Combi freestyle (andante e usuário de cadeira de rodas).

Segundo Thays Reis, responsável pela montagem das coreografias, na competição, há os ritmos determinados como a valsa e o tango, por exemplo, mas nas categorias freestyle, de estilo livre, outros ritmos podem ser incorporados. “No duo freestyle, na qual dois cadeirantes dançam, foi elaborada uma apresentação ao som de tecnobrega. Essa competição é muito importante, de nível profissional, e nosso objetivo é alcançar o índice para ir ao mundial que será realizado em novembro, na Coréia”, conta Thays.

A partir da próxima semana, o grupo intensifica o treinamento para cinco dias da semana no Curro Velho e na Casa das Artes, em Belém, visando a preparação para o campeonato, com o aumento do rendimento competitivo.

Em 2019, os atletas participaram da Copa dos Continentes, em São Petersburgo, na Rússia, conquistando uma medalha de prata na categoria freetyle conjunto e a classificação de dois casais para a Copa do Mundo, que aconteceu em novembro daquele ano, em Bonn, na Alemanha, alcançando a sétima colocação com Lucivaldo Trindade, no single convencional, e a 14ª colocação com Cleyton Bentes, na mesma categoria. Em ambas as competições, os atletas contaram com aporte financeiro da pasta estadual de Esporte e Lazer.

Também em 2019, no XVIII Campeonato Brasileiro de Dança Esportiva em Cadeira de Rodas, realizado em Juiz de Fora (MG), o grupo conquistou 12 medalhas de ouro, 9 de prata e 1 de bronze.

Ano passado, de modo virtual, o grupo disputou o Campeonato Brasileiro & Open CBDCR conquistando 10 medalhas de ouro, 2 de prata e 2 de bronze no brasileirão e 8 medalhas de ouro e 3 de bronze no open.

Em março deste ano, no Campeonato Internacional On Line da modalidade, Cleyton Bentes foi o campeão mundial na categoria single freestyle.

“O Brasil ainda precisa reconhecer este maravilhoso esporte, que vem perpetuar o sonho de muitos dançarinos cadeirantes. Nós estamos torcendo pela possibilidade de difusão do esporte como modalidade paralímpica”, finaliza o titular da Seel, Arlindo Silva.

Fonte: Agência Pará


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo