Esportes

Ocon feliz por estender sequência de pontos no fim de semana em Mônaco

Em um dia em que nomes como Aston Martin, McLaren e Ferrari conseguiram marcar pontos de dois dígitos no campeonato de construtores, a Alpine não poderia estar totalmente satisfeita com apenas dois pontos no Grande Prêmio de Mônaco. Mas, mais uma vez, foi Esteban Ocon quem fez a pontuação para a equipe, com o francês estendendo sua seqüência de finalizações entre os 10 primeiros em quatro corridas.

Apesar da falta de ritmo da Alpine durante o fim de semana em Mônaco, Ocon conseguiu passar para o Q2 no sábado, já que o duas vezes vencedor de Mônaco e companheiro de equipe Fernando Alonso caiu no Q1.

Mas depois de começar a corrida em um P10 líquido, Ocon então persuadiu seus pneus macios para a volta 37 antes de fazer seu pit stop, conseguindo passar por cima do Alfa Romeo de Antonio Giovinazzi antes de resistir à pressão do italiano para voltar para casa em nono.

“Estou muito feliz que em um fim de semana não fácil para nós, onde o ritmo nem sempre estava lá, estamos marcando de forma consistente, que é o que queremos”, disse Ocon. “Foi bom termos o Antonio durante a corrida, que se classificou melhor do que nós … Não foi fácil [defender dele e] estávamos em uma situação um pouco complicada, mas defender aqui é provavelmente o melhor lugar, então nós conseguiu no final”.

“Aprendemos muitas coisas boas neste fim de semana que acho que nos ajudarão no futuro, então continuaremos pressionando e, com sorte, encontraremos mais desempenho do carro, especialmente em pistas como esta.”

Depois de marcar o primeiro ponto da temporada para Alpine no Grande Prêmio da Emilia Romagna, Ocon terminou agora entre os 10 primeiros em todas as corridas desde então, o que significa que tem 12 pontos contra cinco de Alonso. E Ocon disse que estava feliz por estar extraindo “perto do máximo” de seu Alpine A521 nesta temporada, enquanto admitia que se sentia “mais unido” como piloto este ano em comparação com seu ligeiramente desanimador 2020.

“Num fim-de-semana em que não estivemos no nosso melhor em termos de desempenho, especialmente em comparação com as últimas corridas, é bom terminar com dois pontos,” disse Ocon. “Definitivamente, isso vai nos ajudar nas questões delicadas que tivemos na qualificação [e] ajudar a desenvolver o carro no futuro”.

“Eu me sinto confiante no carro”, ele acrescentou, “Eu sinto que estivemos extraindo perto do máximo a cada vez. Ainda há margem, ainda há coisas que podemos fazer melhor e estou muito satisfeito com o trabalho que estamos fazendo com a minha galera e no geral com a equipe. Acho que está muito mais sólido do que no ano passado, muito mais juntos e estou muito satisfeito. Quando os momentos parecem assim, você tem que aproveitar”.

Fonte: Fórmula 1


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!

Print Friendly, PDF & Email

Wesley Lima

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades culturais, sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo