News

Parceria do governo brasileiro com iniciativa do G20 ajuda a impulsionar investimentos em infraestrutura

Compartilhar

Valor total de projetos brasileiros até 2022 deve chegar a US$ 44,66 bilhões, conforme previsão do Global Infrastructure Hub.

O Brasil fortaleceu seus esforços pelo desenvolvimento sustentável da infraestrutura, após 18 meses de uma parceria com o Global Infrastructure Hub (GI Hub), iniciativa do G-20 – grupo das 20 maiores economias do mundo – para apoiar agendas de infraestrutura sustentável, resiliente e inclusiva. A estimativa do GI Hub é de que, de 2020 a 2022, os projetos de infraestrutura leiloados no Brasil alcancem a cifra de US$ 44,66 bilhões.

O “Programa de Engajamento do País”, em parceria com o governo brasileiro, começou em dezembro de 2019, por meio da Secretaria de Assuntos Econômicos Internacionais (Sain), ligada à Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint) do Ministério da Economia (ME) – e apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Diversos órgãos governamentais que atuam na área passaram por uma avaliação de suas necessidades e, a partir delas, foi elaborado um programa que atendeu às prioridades estabelecidas pelo Brasil, com quatro pontos principais: consulta sobre o mercado de privatização de portos; coleta de dados e estudo sobre financiamento privado de longo prazo para infraestrutura; estudo de benchmarking sobre estratégias de mitigação de risco em moeda estrangeira; e melhoria da capacidade de preparação de projetos, por meio de workshops conduzidos pelo GI Hub, com integração prospectiva de plataforma Source.

Segundo o secretário de Assuntos Econômicos Internacionais, Erivaldo Gomes, a iniciativa do ME com o GI Hub está alinhada ao foco do Brasil em aumentar a participação privada em infraestrutura, utilizando diferentes modelos de parcerias para atender às suas necessidades e às melhores práticas internacionais. Gomes destaca também “a importância dos organismos internacionais atuando de maneira integrada para a atração de mais capital privado para o setor de infraestrutura do Brasil”.

Melhores práticas

A CEO do GI Hub, Marie Lam-Frendo, disse que o Programa de Engajamento do País permite que países como o Brasil acessem os dados e o conhecimento produzido pelo GI Hub a respeito das melhores práticas globais e das inovações para aumentar suas capacidades e impulsionar melhorias de longo prazo no desenvolvimento de infraestrutura. “Para o GI Hub, essas colaborações são essenciais na nossa missão de ajudar a impulsionar a agenda do G20 sobre infraestrutura sustentável, resiliente e inclusiva”, disse Lam-Frendo.

O trabalho desenvolvido com o Brasil foi a primeira iniciativa individual do GI Hub com um país e envolveu consultas com o governo brasileiro para definir iniciativas e contatos com bancos de desenvolvimento multilateral (MDBs, na sigla em inglês) para validar programas, além do acompanhamento in loco do GI Hub no Brasil, em período integral.

Além do GI Hub, a parceria com o governo brasileiro conta com o envolvimento de outros colaboradores, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID); Grupo Banco Mundial; Corporação Financeira Internacional (IFC, na sigla em inglês); Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); Fundação de Infraestrutura Sustentável (SIF, na sigla em inglês), Boston Consulting Group, Maritime & Transport Business Solutions: New Development Bank (NDB); IG4 Capita; Norton Rose Fulbright; Santander; Parceiros Vinci e diversos representantes dos Ministérios da Economia e da Infraestrutura.

Sobre o GI Hub

Em 2014, o G20 reconheceu a importância da infraestrutura no aumento da demanda e no aumento da produtividade e crescimento, estabelecendo o programa plurianual da Iniciativa Global de Infraestrutura para apoiar o investimento público e privado em infraestrutura de qualidade. O Global Infrastructure Hub foi criado pelo G20 para fornecer recursos dedicados para ajudar a implementar a agenda sobre a iniciativa e cumprir os objetivos do G20.

Sediado em Sydney, na Austrália – e composto por profissionais de infraestrutura de setores público e privado de todo o mundo – o GI Hub recebeu o mandato de aumentar o fluxo global de projetos de infraestrutura “financiáveis” e de qualidade. Ao facilitar o compartilhamento de conhecimento, destacar as oportunidades de reforma e conectar os setores público e privado, o GI Hub ajuda a melhorar o funcionamento dos mercados de infraestrutura.

Fonte: Ministério da Economia


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Compartilhar

Joabson João

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo