News

Governo do Amapá lança edital para leilão de abastecimento de água e esgotamento sanitário

O documento representa grande avanço por ser o primeiro a englobar todos os municípios de um estado da Federação, permitindo a universalização do serviço em todo o território estadual.

O governo do Amapá publicou, no Diário Oficial do estado desta quinta-feira (27/5), edital de licitação para a concessão dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário de seus 16 municípios. O edital é inovador e representa um grande avanço, por ser o primeiro a englobar todos os municípios de um estado da Federação, permitindo a universalização do serviço em todo o território estadual.

Estruturado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o projeto recebeu apoio do governo federal por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional e do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), do Ministério da Economia.

Os estudos apontam investimentos de cerca de R$ 3 bilhões em todo o estado, nos 35 anos de concessão, contemplando uma população de 830 mil pessoas. Do total de investimentos, 70% serão destinados a atender ações de esgotamento sanitário – visto o maior déficit neste setor – e os 30% restantes para o abastecimento de água.

Dessa forma, todo o estado do Amapá estará alinhado ao que preconiza o novo Marco Regulatório do Saneamento, com 99% da população das áreas urbanas dos 16 municípios atendida pelo serviço de abastecimento de água e 90% contemplada pelo serviço de esgotamento sanitário.

O modelo do edital prevê uma combinação de valor de outorga – o valor mínimo previsto é de R$ 50 milhões –, com uma redução da tarifa a ser cobrada pela concessionária. O valor de outorga será dividido entre os municípios, levando-se em conta a população de cada um deles. O montante que superar o valor mínimo da outorga será dividido na proporção de 40% para a capital Macapá e 60% para os municípios restantes.

O critério para definição da proposta vencedora será o de menor tarifa, mas haverá um limite máximo para os descontos. Caso mais de um licitante oferte o desconto tarifário máximo admissível no edital, a definição da proposta vencedora se dará pela oferta de maior outorga. A adoção deste formato constitui uma inovação no setor de saneamento básico e se baseia em experiências exitosas de outros setores de infraestrutura, orientadas a alinhar mais adequadamente os incentivos ao setor privado.

O leilão está previsto para o dia 2 de setembro e acontecerá na sede da Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

 Acesse o edital e seus documentos.

Fonte: Ministério da Economia


Seu apoio é importante, torne-se um assinante! Sua assinatura contribuirá para o crescimento do bom jornalismo e ajudará a salvaguardar nossas liberdades e democracia para as gerações futuras. Obrigado pelo apoio!


O ensino de alta qualidade já está ao alcance de todos e em qualquer lugar. Educação de Ensino em Casa, Jardins de Infância e Escolas, com cursos educacionais pré-escolar, ensino básico, fundamental e médio, clique e comece já!

Print Friendly, PDF & Email

Joabson João

Colunista associado para o Brasil em Duna Press Jornal e Magazine, reportando os assuntos e informações sobre atualidades sócio-políticas e econômicas da região.
Botão Voltar ao topo